Azores Airlines e Galp unidas em primeiro voo com combustível sustentável

Ligação Lisboa – Ponta Delgada foi realizada evitando cerca de 35% de emissões totais de dióxido de carbono
Texto
Azores Airlines realizar primeiro voo com combustível sustentável
Azores Airlines realizar primeiro voo com combustível sustentável

O combustível de aviação sustentável (SAF) é uma solução de compromisso rumo à descarbonização da aviação que pretende reduzir as emissões de CO2 para a atmosfera e há várias companhias aéreas a apostar nesta fórmula. Depois da TAP em julho foi agora a vez da Azores Airlines realizar o primeiro voo com combustível sustentável.

O voo da Azores Airlines entre Lisboa e Ponta Delgada ocorreu a 24 de outubro e o combustível utilizado nesta ligação incorporou 39% de matéria de origem renovável (HEFA), o que representou, de acordo com comunicado de imprensa da Galp, uma redução de 35% das emissões totais de CO2e.

TAP com combustível sustentável - AWAY
A TAP fez o primeiro voo com combustível sustentável em julho

Desenvolvido a partir de resíduos, óleos usados e reciclados (ver aqui voo da Airbus também com SAF) e outras matérias-primas sustentáveis e 100% renováveis, o combustível SAF poderá proporcionar à aviação uma performance similar ao jet fuel tradicional e, ao mesmo tempo, permitir uma redução da pegada de carbono que pode chegar até menos 80% na emissão de gases com efeito estufa.

Para que esta operação fosse possível, envolveram-se, para além da Azores Airlines (Grupo SATA), os parceiros de energia GALP e NESTE, líderes na inovação em biocombustíveis, e a Carlyle Aviation Partners, empresa especializada na gestão de aeronaves e locadora da aeronave CS-TKK UNIQUE operada pela Azores Airlines.

Airbus - AWAY
Airbus A380 voa com combustível à base de óleo usado

O primeiro voo comercial da Azores Airlines, agora integrada na Aliança Zero Emissões na Aviação, abastecido com SAF, fez a ligação aérea Lisboa - Ponta Delgada num Airbus A320, de nome UNIQUE, com matrícula CS-TKK. Descolou do Aeroporto Gago Coutinho, em Lisboa, pelas 19h25 locais e aterrou no Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel, pelas 21h30, locais.

Colocando-se como fornecedor estratégico de SAF, a Galp tem planos para produzir 240.000 toneladas/ano deste combustível verde como parte da transformação de Sines num Green Energy Park.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar
Preço dos combustíveis: Governo impede descida prevista para esta semana