Sustentabilidade

Portugal usa cada vez mais plástico reciclado, mas ainda não é suficiente

Pacto Português para os Plásticos registou crescimento de 36% de plástico reciclado em novas embalagens
Texto
Reciclagem plástico (foto: Lisa Fotios/Pexels)
Reciclagem plástico (foto: Lisa Fotios/Pexels)

A reciclagem em Portugal tem cada vez um peso mais importante, mas ainda não é suficiente. De acordo com dados divulgados pelo Pacto Português para os Plásticos (PPP), houve um crescimento de 36% de plástico reciclado em novas embalagens, mas ainda há muito trabalho pela frente.

Os dados surgem no terceiro relatório de progresso do PPP que luta contra os problemas associados à poluição por plástico e que junta empresas, associações, organizações não governamentais, universidades e o Governo, numa iniciativa liderada pela Associação Smart Waste Portugal, que faz parte da Plastics Pact Network.

No relatório é medido o desempenho dos membros do PPP em relação a 2022 e o progresso que fizeram quanto a cinco metas para 2025.

Tem havido uma evolução positiva na meta 1, de “eliminar os plásticos de uso único considerados problemáticos e/ou desnecessários”, mas a meta 2 não evoluiu.

Em 2025, pretende-se chegar a 100% de embalagens de plástico reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis. No entanto, o valor estabilizou em 57% de embalagens recicláveis e os 6% de reutilizáveis foram abaixo dos valores de 2021.

Embalagens - AWAY
Embalagens devem ser de plástico reutilizável, reciclável ou compostáveis (foto: Steve Johnson/Unsplash)

Na meta 3, de garantir que 70% ou mais das embalagens plásticas sejam efetivamente recicladas, através do aumento da recolha e reciclagem, o valor está em 38% e diz respeito a 2021. A associação considera ser “crucial” aumentar a consciencialização e o hábito de separação de materiais.

Quanto à meta 4, de garantir 30% de incorporação de plástico reciclado em novas embalagens, em 2022 houve a incorporação de 15%, um crescimento de 36% relativamente a 2021.

Quanto à sensibilização e educação dos consumidores, a meta 5, dizem os responsáveis que tem sido uma prioridade e que vai continuar a ser.

A associação Smart Waste Portugal foi criada em 2015 e tem como missão “potenciar a economia circular nas várias cadeias de valor, através da educação, inovação, colaboração e criação de novos negócios”.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares da PSP: vê onde vão estar na próxima semana de 22 a 28 de abril
Mundo vive branqueamento em massa de corais pela segunda vez em 10 anos
Vê como fica o preço dos combustíveis na próxima semana