Fantástico

Pista de testes de segurança da IDIADA tem agora uma versão digital

A nova geração de pistas virtuais consegue acelerar o desenvolvimento de cada novo modelo, reduzindo os custos de todo o processo
PUB

A rFpro é uma empresa britânica dedicada ao desenvolvimento de software para simulações de condução e que conta atualmente com uma das melhores bases de dados de pistas virtuais com a presença de quase todos os circuitos do planeta, bem como diversos troços de estradas públicas e centros de testes.

A última adição a este catálogo é a pista de testes da Applus IDIADA, que já pode ser utilizada no desenvolvimento e testes de novos modelos, muitos antes destes chegarem ao mercado.

PUB

A vantagem destes testes virtuais está na possibilidade de simular cenários mais complicados e que obrigam a uma maior logística por parte de cada construtor. E assim, antes mesmo de serem construídos os primeiros protótipos, já há diversas situações que podem ser testadas previamente e estar prontas a afinar quando for o momento de o modelo real entrar em pista. Tudo isto faz com que os custos de desenvolvimento de cada modelo sejam mais reduzidos e o seu tempo de desenvolvimento seja muito mais curto.

PUB

Em termos de precisão, os engenheiros da rFpro contam com os préstimos do seu software de leitura da pista TerrainServer, que cria uma versão virtual de cada detalhe da pista em alta-definição e consegue identificar a dinâmica de cada uma das rodas de uma forma individual. O scan efetuado em laser tem uma precisão muito elevada e consegue chegar a um patamar em que a margem de erro do piso é de apenas um milímetro (1 mm) e a posição X e Y contam com um erro máximo de um centímetro (1 cm).

PUB

 

Sebastien Hoppenot, piloto de testes da Applus IDIADA, refere a propósito desta nova tecnologia virtual:

"A precisão da superfície da estrada é tão perfeita e as semelhanças entre a simulação e o mundo real tão próximas que já somos capazes de estender a utilização de modelos digitais a aplicações relacionadas com a dinâmica dos veículos”.

Além da precisão de informações como o relevo da pista, do piso da estrada e de tudo o que ladeia o asfalto, as experiências virtuais permitem ainda simular diversas opções de condições atmosféricas e meteorológicas, mas também as horas do dia, com a variação da posição do sol e até verificar como os faróis dos veículos que se aproximam podem interferir com a condução. E para testar mesmo cenários mais próximos da realidade, também se pode adicionar a presença de tráfego, peões e até aqueles robot insufláveis que costumamos ver nos testes de travagem automática.

Continuar a ler
Home
Cidades
Conhece aqui o vencedor do Prémio Gulbenkian para a Humanidade
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2