Energia

Central hidroelétrica espanhola poderá ter impacto ambiental em Portugal

Projeto está agora para consulta pública
Texto
Central hidroelétrica - imagem ilustrativa (foto: Collab Media/Unsplash)
Central hidroelétrica - imagem ilustrativa (foto: Collab Media/Unsplash)

Um projeto espanhol para uma nova central hidroelétrica poderá ter impacto ambiental em Portugal. O alerta é dado pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Em comunicado, a APA refere que o projeto “Aproveitamento de José Maria de Oriol II” pode provocar efeitos ambientais significativos em Portugal e como tal já notificou Espanha de que há interesse em participar no respetivo procedimento de Avaliação de Impacto Ambiental (AIA).

As autoridades espanholas já remeteram documentação relativa aos potenciais impactes transfronteiriços do projeto.

O projeto é uma nova central hidroelétrica reversível a construir no município de Alcántara, província de Cáceres, aproveitando as albufeiras já existentes de Cedillo, na fronteira com Portugal, e Alcántara II. Entre estas duas fica o Parque Natural do Tejo Internacional.

A nova central, da responsabilidade da empresa espanhola Iberdrola, “não condicionará a forma de gestão do volume líquido de água libertada para jusante de Cedillo”, indica documentação fornecida.

Na documentação enviada para a consulta pública afirma-se que sobre os impactos transfronteiriços “foi detetada uma potencial afetação aos habitats de interesse comunitário (HIC) ribeirinhos presentes nas margens da albufeira de Cedillo, como consequência da descida do nível da albufeira até à cota 100 durante a execução das obras”.

A nova central permite gerar um total de 440 MW de potência instalada e poupa a emissão de um valor estimado de 355.000 toneladas de dióxido de carbono por ano, segundo os documentos, que dão conta da geração de 3.600 postos de trabalho diretos e indiretos.

Foi proposto o desenvolvimento de reflorestações equivalentes às superfícies afetadas nas zonas em que o acesso dos meios mecânicos seja viável.

O projeto está agora em consulta pública até dia 28 de maio e pode ser consultado no “portal Participa”. No âmbito do processo “serão consideradas e apreciadas todas as opiniões e sugestões apresentadas por escrito, desde que relacionadas, especificamente, com o projeto em avaliação”, refere a APA, em comunicado.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Estes iates de sonho a energia solar vão ser feitos com garrafas de plástico
Empresa portuguesa vai construir central de energia solar de 19 milhões de euros
5 formas de aproveitares as borras de café e dar-lhes uma nova vida