Mobilidade

Veículos elétricos poderão ser a regra e não a exceção já a partir de 2023

Juice Technology identificou as tendências para a indústria da mobilidade elétrica a nível mundial nos próximos anos
Estudo afirma que eletrificados vão dominar em um ano (Foto: M. Rourke/AP)
Estudo afirma que eletrificados vão dominar em um ano (Foto: M. Rourke/AP)

No volume de vendas global de novos veículos no primeiro semestre de 2023, a quota de modelos eletrificados será superior à de modelos a combustão. Até 2025, os elétricos atingirão uma quota de 40% nos Estados Unidos e, pelo menos, seis marcas chinesas de automóveis elétricos estarão presentes neste mercado e na Europa.

São certezas? Não, para já não passam de previsões da autoria da Juice Technology, empresa de soluções de carregamento para veículos elétricos, que acaba de chegar a Portugal. A multinacional de origem suíça revelou um estudo em que identifica as tendências que irão condicionar a indústria da mobilidade elétrica a nível mundial nos próximos anos.

Nio, marca chinesa de veículo elétricos

Para além de um maior domínio dos automóveis elétricos já a partir da primeira metade do próximo ano, impulsionado pelo aumento das autonomias e pela diminuição dos tempos de carregamento, a Juice Technology prevê, por outro lado, a queda abrupta dos híbridos plug-in, adiantando que estes deverão ser substituídos pelos 100% elétricos até 2024, no que à Europa diz respeito.

Também em território europeu e até 2024, será de prever a existência de postos de carregamento rápido em praticamente todas as estações de serviço, segundo a Juice Technology. A empresa aponta que a comercialização de energia para a mobilidade deverá seguir a tendência do mercado das telecomunicações, em que existem três a cinco grandes players no mercado europeu a disputar a fidelização de clientes.

Quanto a Portugal, o aumento das vendas de veículos elétricos e o crescimento da infraestrutura de carregamento são, de acordo com a análise da Juice Technology, bons indicadores sobre o futuro da mobilidade elétrica.

A empresa chega mais longe referindo que Portugal poderá vir a ser um mercado importante para a mobilidade elétrica na Europa, assim como para o cumprimento das metas climáticas.

(Fotos: Juice Technology e Nio)

Continuar a ler
Home
Conferência dos Oceanos 2022 em Lisboa até 1 de julho
Subida de água no planeta. Vê aqui este projeto de sensibilização em Copenhaga
Estão a aparecer microplásticos em gelo na Antártida