Mobilidade

Parceria estratégica vai converter comerciais a combustão em elétricos

Projeto visa oferecer uma solução sustentável e acessível às empresas que procuram reduzir emissões e custos de propriedade da frota
Texto
Stellantis e Qinomic estabelecem parceria (Foto: Unsplash)
Stellantis e Qinomic estabelecem parceria (Foto: Unsplash)

A nível empresarial, a solução para a descarbonização da frota automóvel e consequente redução de custos pode não passar, necessariamente, pela aquisição de novos veículos. A conversão de veículos a combustão para elétricos pode ser a solução.

A pensar nisso mesmo, o grupo automóvel Stellantis estabeleceu uma parceria com a empresa Qinomic, para desenvolver uma solução de ‘retrofit’ que irá permitir às empresas a conversão de veículos comerciais ligeiros com motores de combustão interna em tração elétrica.

O projeto resulta de uma colaboração entre as unidades de negócio de Economia Circular e de Veículos Comerciais da Stellantis e a empresa especializada em soluções inovadoras e sustentáveis para a mobilidade, cujo objetivo é dar às empresas a possibilidade de aumentarem a vida útil dos seus veículos e reduzirem as suas emissões.

Comercial elétrico - AWAY
Veículo comercial elétrico (Foto: divulgação)

Com a opção de converter os seus veículos comerciais ligeiros para motorização elétrica, as organizações têm, assim, a possibilidade de manter a sua atual frota em circulação, cumprindo os requisitos legais e, por exemplo, aceder às zonas de baixas emissões dos grandes centros urbanos.

A parceria entre a Stellantis e a Qinomic visa oferecer uma solução sustentável e acessível para os clientes que procuram reduzir as emissões e diminuir os custos de propriedade da sua frota. O projeto será desenvolvido no decorrer de 2023 e será implementado em 2024, inicialmente em França.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país