Cidades

Brisa aumenta portagens a 1 de janeiro e A5 - Lisboa/Cascais sobe 5 cêntimos

O último aumento praticado foi em 2019. Empresa justifica subida das portagens com o aumento da taxa de inflação
Autoestradas
Autoestradas
PUB

A Brisa Concessão Rodoviária anunciou que a partir de dia 1, andar nas autoestradas poderá ficar mais caro. De acordo com o comunicado da empresa, 28 das 93 taxas de portagens aplicadas na classe 1 vão sofrer um aumento.

A atualização média às tarifas será de 1,57% e acontece por causa da taxa de inflação. Segundo a empresa, esta subida é superior à média uma vez que tanto em 2020 como em 2021 não houve qualquer atualização aos valores cobrados. O último aumento foi de 0,88% e deu-se em 2019.

PUB

Se és frequentador assíduo das autoestradas, então aqui fica a informação que necessitas:

PUB
  • A A6 – Marateca/Caia e a A1- Lisboa/Porto vão sofrer um aumento de 20 cêntimos;
  • A A3 – Sublanço Maia/Santo Tirso, a A4 – Porto/Amarante e a A5 – Lisboa/Cascais vão sofrer um aumento de 5 cêntimos;
  • A A3 – Porto/Valença terá um aumento de 25 cêntimos;
  • A maior subida ocorre na A2 – Lisboa/Algarve, com um aumento de 35 cêntimos.
PUB

A empresa acrescentou ainda que apenas metade das 364 taxas de portagens praticadas pela rede vão ser alteradas.

PUB

(Foto: Brisa)

Continuar a ler
Home
Tão giro! O Microlino tem 230 km de autonomia e é perfeito para as cidades
Empresa chinesa quer arrancar com táxi aéreo na Europa em 2025
Este é o carregador elétrico mais rápido do mundo