Atualidade

Faz muito frio? Mantém-no fora de casa com estas sugestões

Melom deixa conselhos úteis sobre como manter uma temperatura confortável nas habitações, alguns sem ser preciso gastar dinheiro
Texto

Faz muito frio lá fora e, por vezes, dentro de casa também. Reflexo disso mesmo é o acentuado aumento do número de pedidos de intervenções relacionadas com climatização que a Melom tem vindo a receber, a propósito das quais deixa alguns conselhos práticos.

A marca especializada em reabilitação e construção de imóveis registou, entre outubro de 2022 e fevereiro 2023, uma subida de 59,2% nas solicitações para proceder à instalação ou reparação de sistemas de climatização nos concelhos de Lisboa e Porto, comparativamente com o período homólogo.

De acordo com a Melom, a necessidade de proceder a intervenções ao nível da climatização prende-se com o facto de a grande maioria das casas em Portugal não ter sistemas de climatização eficientes, sendo que uma boa parte tem apenas um instalado na sala, como é o caso de lareiras ou recuperadores de calor.

casa com sol - away
Sol a entrar na casa (foto: U. Koliasa/ Unsplash)

Outros problemas identificados pela empresa são o isolamento deficiente e a falta de qualidade da caixilharia, cenários frequentes em casas com mais de 15 anos que facilitam a entrada de frio.

Como manter a casa bem climatizada?

Para manter a temperatura ideal no interior das habitações e impedir que o frio entre, a Melom começa por deixar duas sugestões que não envolvem quaisquer custos: aproveitar a luz solar, abrindo as persianas durante o dia, e fechar bem as janelas para evitar correntes de ar.

Quanto a soluções que requerem algum investimento, a marca portuguesa sugere a adoção de um sistema de climatização eficiente como uma bomba de calor e ventiloconvectores, radiadores ou ar condicionado.

casa com ar condicionado - AWAY
Casa com ar condicionado (Foto: Pexels)

Caso a opção recaia sobre um sistema poluente, como caldeira de condensação a gás natural ou caldeira, salamandra e recuperador a biomassa, é essencial que tenha o selo Ecodesign, já que este garante um maior respeito pelo ambiente e proteção da qualidade do ar com uma queima mais eficiente e económica.

A Melom sublinha que para se aproveitar a energia ao máximo, qualquer sistema de aquecimento central deve funcionar por períodos horários alargados para, assim, permitir a regularização da temperatura de forma homogénea. É importante que o equipamento possa ter o próprio sistema de gestão da temperatura de conforto para as horas de maior utilização.

Um sistema que esteja sempre a ser ligado e desligado, adverte a empresa, perde eficiência e aumenta consideravelmente a disparidade térmica do local.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Podes ser multado por levares o teu cão sem cinto de segurança no carro? Conhece as regras
Radares da PSP: vê onde vão estar na próxima semana, de 15 a 21 de abril
Mais uma marca chinesa em Portugal. XPeng chega já este ano