Sustentabilidade

Aposta na sustentabilidade coloca Siemens no 1º lugar do índice Dow Jones

Empresa tem implementado políticas de sustentabilidade ambiental, social e de governança que também têm expressão na Siemens Portugal
Texto
Siemens com boa classificação no Índice de Sustentabilidade Dow Jones
Siemens com boa classificação no Índice de Sustentabilidade Dow Jones

O Índice de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI, na sigla em inglês) pulicado recentemente, classificou a Siemens como a empresa número um entre as 45 organizações que integram o ranking do seu grupo industrial.

Elaborado anualmente desde 1999 pela empresa de investimentos Standard & Poor’s, o DJSI é um ranking de sustentabilidade reconhecido mundialmente, que engloba critérios económicos, ecológicos e sociais, no qual a tecnológica alemã sempre figurou.

No ranking deste ano, a Siemens recebeu uma avaliação geral muito positiva, com a obtenção de 81 pontos de um máximo de 100. A empresa garantiu uma posição global de destaque nas áreas de relatórios sociais e ambientais, inovação e cibersegurança, bem como na proteção do ambiente relacionada com a indústria e os produtos.

Para nós a sustentabilidade é um imperativo de negócio e parte integrante da estratégia da empresa. (…) Através do nosso novo enquadramento DEGREE estamos, mais uma vez, a intensificar consideravelmente os nossos esforços para alcançar uma maior sustentabilidade”, comentou Judith Wiese, Chief People and Sustainability Officer e membro do Conselho de Administração da Siemens AG.

O DEGREE é o enquadramento estratégico nas áreas da sustentabilidade ambiental, social e de governança, que irá orientar o negócio da Siemens em todo o mundo. Com prioridades claramente definidas e metas mensuráveis, o programa recebeu como designação uma sigla (em inglês) que representa as áreas na qual a empresa alemã pretende desenvolver esforços para impulsionar o progresso:

“D” de descarbonização, “E” de ética, “G” de governança, “R” de eficiência de recursos e o duplo “E” de equidade e empregabilidade.

No nosso país, a Siemens Portugal procura também reduzir o impacto das suas operações no ambiente. O projeto “Sustainable & Smart Campus”, em implementação nas instalações de Alfragide, integra uma central fotovoltaica, sistemas de armazenamento de energia e de gestão da microrrede, carregadores para veículos elétricos, uma plataforma inteligente de gestão de edifícios e um sistema de segurança integrado.

A divisão portuguesa da Siemens utiliza exclusivamente energia produzida a partir de fontes renováveis e está também a investir na eletrificação progressiva da sua frota automóvel.

(Fotos: Siemens)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Governo recomenda baixar a velocidade máxima para os 100 km/h
Comboio de alta velocidade Porto-Lisboa poderá ser uma realidade dentro de uma década
Itália tem primeira residência para estudantes alimentada a hidrogénio