Energia

Siemens pretende expandir a oferta dos seus produtos para o mercado EV

A Siemens está a desenvolver novas formas de acelerar o seu crescimento, tendo investido cerca de 550 milhões de euros em software.
Siemens EV
Siemens EV

Num momento em que a transição para os automóveis elétricos está a acelerar de dia para dia, a Siemens pretende expandir a sua oferta e crescer mais rapidamente que os seus principais rivais. Para isso, está a considerar as componentes do carregamento de veículos elétricos, mas também no software de gestão de edifícios, com o objetivo de acelerar o crescimento do seu departamento de SI (Smart Infrastructure).

Matthias Rebellius, CEO da Siemens, em declarações à Reuters referiu a estratégia:

"Os condutores estão a mudar para veículos elétricos e os prédios de escritórios e apartamentos estão cada vez mais ligados. O software de gestão e manutenção de edifícios está a tornar-se cada vez mais importante. Atualmente, já contamos com diversos programadores, mas podemos expandir-nos e investir em start-ups ou fazendo aquisições”.

Por outro lado, o negócio de e-mobility é outro em que a Siemens está bastante interessada, segundo as palavras de Rebellius, que cita um crescimento anual desta indústria em cerca de 30 pontos percentuais a cada ano. Como investimento neste negócio, a Siemens acaba de investir cerca de 550 milhões de euros numa aquisição de software, mas também investiu na aquisição do fornecedor de componentes elétricos Supplyframe.

Mesmo depois de um momento em que os escritórios estão a ser cada vez menos utilizados e o teletrabalho continua a aumentar devido à pandemia, Rebellius mantém-se confiante ao afirmar que “não vendemos vidro, nem betão. O conteúdo dos edifícios será cada vez mais digital no futuro, muito mais técnico e isso é muito positivo para a Siemens”.

Continuar a ler
Home
Conferência dos Oceanos 2022 em Lisboa até 1 de julho
Subida de água no planeta. Vê aqui este projeto de sensibilização em Copenhaga
Estão a aparecer microplásticos em gelo na Antártida