Sustentabilidade

Repsol investe na produção de compostos com material reciclado

Energética espanhola inaugura nova linha de produção de polipropileno com fibra de vidro destinado à indústria automóvel
Repsol
Repsol

A fábrica Polidux, propriedade da energética Repsol, passou a contar com uma nova linha de produção destinada ao fabrico de compostos de polipropileno reforçado com fibra de vidro, resultante de um investimento no valor de 4,5 milhões de euros.

A nova linha inaugurada na unidade situada em Monzón, província de Huesca, Espanha, permitirá um aumento de quase 30% na produção destes materiais altamente especializados, muito procurados nos setores técnicos, em particular no setor automóvel, ao qual se destinará a maioria da produção.

O investimento realizado na fábrica Polidux é o mais significativo desde 2006. Permitirá a esta unidade o desenvolvimento e produção de soluções de fibra de vidro a partir de materiais reciclados, o que significa que há também uma forte aposta da empresa espanhola nos materiais circulares enquanto catalisadores da sua estratégia de crescimento.

A fábrica de Monzón assume-se, assim, como uma unidade estratégica para o crescimento da Repsol no mercado de produtos diferenciados. A nova linha de produção vem reafirmar o compromisso com a economia circular estabelecido pela energética de origem espanhola, atestado pela obtenção da certificação UNE-EN 15343 também nesta fábrica.

A norma certifica a rastreabilidade e o conteúdo de material reciclado (até 80%) nos compostos de polipropileno que a Repsol comercializa sob a sua marca Repsol Reciclex.

(Fotos: Repsol e Unsplash)

Continuar a ler
Home
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas
Porsche bate Tesla e estabelece novo recorde elétrico em Nürburgring
E se fosses de balão ao espaço? Descobre aqui o preço de uma viagem de 6 horas