Sustentabilidade

Mercedes quer produzir carros elétricos com aço mais sustentável

A Mercedes-Benz planeia adquirir anualmente mais de 200 mil toneladas de aço europeu com emissões reduzidas de CO2
Texto

O aço representa cerca de até 20% do total de emissões de dióxido de carbono (CO2) na produção de um automóvel elétrico. A Mercedes-Benz quer reduzir esse impacto e as emissões.

H2 Green Steel, Salzgitter, Thyssenkrupp Steel e Arvedi, são algumas das empresas fornecedoras às quais a Mercedes-Benz planeia adquirir anualmente mais de 200 mil toneladas de aço europeu com emissões reduzidas de CO2 e, dessa forma, acelerar a descarbonização dos seus modelos.

mercedes - away
A Mercedes-Benz quer reduzir as emissões de gases da construção de veículos elétricos (foto: divulgação)

A estas companhias juntam-se a Voestalpine, empresa que recicla sucata de aço e promove a economia circular e a SSAB que produz aço através de redução direta baseada em hidrogénio.

Em comunicado o construtor automóvel alemão revela ainda que no âmbito da estratégia “Ambition 2039”, querer reduzir pelo menos a metade as emissões médias de CO2 por automóvel ligeiro de passageiros do seu portfolio de modelos, comparativamente a 2020, durante todo o ciclo de vida, desde a aquisição das matérias-primas até à reciclagem.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vais comprar pão? 6 dicas para aproveitares até à última migalha
Quanto tempo demora o Citroën ë-C4 X a percorrer 1000 quilómetros?
Radares da PSP. Vê onde vão estar na semana de 19 a 25 de fevereiro