Sustentabilidade

Grupo BMW pretende usar alumínio de produção sustentável até 2024

Empresa alemã já celebrou acordos com fornecedores para que produção de alumínio seja proveniente de energias verdes
Grupo BMW aposta em alumínio mais sustentável
Grupo BMW aposta em alumínio mais sustentável

De forma a tornar a sua cadeia de fornecimento mais sustentável, o grupo BMW anunciou que a partir de 2024 apenas usará jantes de alumínio fundido produzidas com energia verde em todos os veículos das marcas BMW e Mini. Para tal, já foram feitos acordos com todos os seus fornecedores de jantes.

De acordo com a informação da empresa, as jantes são responsáveis por cerca de 5% das emissões da cadeia de fornecimento, sendo que, ao utilizar apenas energia verde para a produção de alumínio de fundição, será possível reduzir as emissões para menos de metade.

Com estes acordos para garantir um uso do alumínio mais sustentável, o grupo BMW espera reduzir em 500 mil toneladas as emissões de CO2 anuais.

Para além da utilização de energias renováveis para a produção de alumínio, o grupo alemão quer também que se reciclem jantes antigas para que se possa reutilizar o alumínio e contribuir para uma economia circular.

O Mini Countryman será o primeiro veículo do grupo a receber jantes fundidas de liga leve produzidas com alumínio mais sustentável. Em 2023, este modelo chegará às estradas com jantes feitas de alumínio produzido com energias verdes e alumínio reciclado.

A empresa acredita que esta mudança irá reduzir em 80% as emissões de CO2 quando comparado com a produção tradicional.

O grupo BMW está focado em reduzir as suas emissões de forma a tornar-se uma empresa mais sustentável. Assim, a produção de jantes com energias renováveis é um dos passos para que consiga, até 2030, reduzir em 20% as emissões de CO2 face ao ano de 2019.

Continuar a ler
Home
Novos radares em Lisboa dia 01 de junho. Sabe aqui onde estão
Cuidado com o calor. Vêm aí máximas de 35 graus!
Sabias que há cidades que podem contribuir para a tua saúde?