Smartcity

Mais ciclovias e menos estacionamento: como esta cidade está mais verde

São Francisco, na Califórnia, tem repensado a cidade de forma a reduzir as emissões e torná-la mas focada nas pessoas
Texto

Numa altura em que se luta para se reduzir substancialmente as emissões de gases de efeito de estufa, os países apresentam medidas para incentivar o uso de energias renováveis ou reduzir o número de automóveis nas estradas. Mas há muito que se pode fazer a nível local e há uma cidade nos Estados Unidos que tem apostado na sustentabilidade.

São Francisco, no estado da Califórnia, tem apresentado várias iniciativas ambientais para encorajar a população a fazer diferente pelo ambiente, enquanto passa a aproveitar mais dos espaços públicos.

Uma das medidas que mais desperta curiosidade é o reaproveitamento dos lugares de estacionamento. Muitas cidades pelo mundo, Lisboa e Porto incluídas, estão cheias de automóveis e, consequentemente, é necessário ter espaços para estacionar.

Estacionamento reaproveitado - AWAY
Estacionamento reaproveitado (Foto: SDOT Photos/Flickr)

Em São Francisco, estes espaços mortos estão a ser usados para outra finalidade que não deixar o veículo para se fazer um ou outro recado. São agora “parklets”, espaços ao ar livre que servem de zonas de descanso ou de mini-esplanadas.

Esta transformação dos estacionamentos começou na altura da pandemia, quando os restaurantes foram autorizados a utilizar aqueles espaços para que as pessoas pudessem aproveitar as refeições sem receio de contrair covid-19.

A medida foi um sucesso e o programa que era temporário passou a permanente. Atualmente, mais de mil lugares deixaram de ser para os carros e passaram a ser para as pessoas usufruírem.

Ciclovias em São Francisco - AWAY
Ciclovias em São Francisco (Foto: nickfalbo /Flickr)

Mas com menos estacionamento, como é que as pessoas se deslocam com facilidade? A longo prazo, o objetivo é reduzir o número de automóveis na cidade. Para incentivar este comportamento, a cidade tem procurado tornar-se mais bike-friendly, tendo atualmente 764 km de ciclovias.

Além das pistas para pedalar, São Francisco tem bicicletas e trotinetes elétricas partilhadas, zonas pensadas para peões e está a trabalhar para melhorar o transporte público e torná-lo mais acessível.

O foco em energias renováveis tem sido um pilar da cidade para reduzir as suas emissões de gases de efeito de estufa.

São Francisco, Califórnia - AWAY
São Francisco, Califórnia (Foto: T. Foster/Unsplash)

A partir de 2024, edifícios comerciais com mais de 23 mil m2 vão ter de usar apenas energias renováveis para funcionar e, a partir de 2030, serão os edifícios com mais de 4,6 mil m2.

Um programa criado para a população - o CleanPowerSF - também está a ajudar a aumentar substancialmente a utilização de energias renováveis nas habitações.

Ao trabalhar para tornar a cidade mais verde e neutra em carbono, São Francisco transforma-se também num polo urbano pensado para as pessoas.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cortiça portuguesa no interior dos elétricos Mobilize
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana