Atualidade

Pequeno robot autónomo e elétrico leva encomendas a qualquer hora do dia

Chama-se Ottobot, é autónomo, elétrico e pretende tornar as entregas mais eficientes e baratas
Texto

Encomendar um qualquer produto através da internet e vê-lo chegar até nós de forma rápida e eficiente é talvez das melhores coisas dos últimos anos. E se até agora as entregas foram sempre garantidas por pessoas, em breve poderão ser os robots a baterem à nossa porta. E, quem sabe, até podem ter um aspeto adorável e um nome a condizer como acontece com o Ottobot.

Criado pela Ottonomy, este robot autónomo foi pensado para tornar as entregas mais eficientes e baratas.

Robot autónomo Ottobot Yeti - AWAY
Ottobot Yeti é o modelo mais recente

É um pequeno veículo cúbico com vários compartimentos que pode deslocar-se tanto dentro de edifícios como na rua, de dia ou de noite. Vai até ao destinatário e, depois de garantir que está com a pessoa certa graças ao scan de um QR code, permite que o produto seja recolhido.

É apresentado como uma boa opção para entregas de last mile (dos centros de distribuição para o cliente final), dentro de grandes superfícies, como aeroportos ou resorts, e de rua.

É elétrico, tendo uma pequena pegada ambiental, desloca-se a 6 km/h e é autónomo, garantindo que o produto chega ao destino sem ser necessária intervenção humana durante a viagem.

O software de operação de rede garante que é possível acompanhar sempre a localização do Ottobot, ao mesmo tempo que, em caso de necessidade, permite que o controlo do robot passe para uma pessoa. Este software faz também recolha de dados relevantes para o negócio.

Nova versão do Ottobot apresentada na CES 2023 Las Vegas

Foi durante o CES 2023 Las Vegas, a mostra de tecnologia que se realiza de dia 5 a 8 de janeiro, que a Ottonomy deu a conhecer o Ottobot Yeti, a nova versão que chega com um update bastante interessante.

Se até agora era necessário que o destinatário recebesse em mãos o produto, com o Yeti, tal já não é obrigatório. Este robot de entregas autónomo tem um mecanismo de despensa que permite que o produto seja deixado mesmo quando não há ninguém para o receber.

Desta forma, a encomenda pode ser deixada à porta de casa – algo muito comum de se fazer nos Estados Unidos, por exemplo – ou até em cacifos, para ser depois levantada.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Plano da União Europeia vai ajudar a salvar as abelhas
Base logística do Intermarché já tem painéis solares fotovoltaicos
Antártida tem um novo iceberg 15 vezes maior do que Lisboa