Energia

Como se constrói o maior parque eólico offshore flutuante do mundo

Parque eólico offshore flutuante da Equinor está a ser construído no Mar do Norte e terá capacidade de 88 MW
Texto

No papel, o plano da Equinor, uma empresa de energia norueguesa, é bastante simples: construir o maior parque eólico offshore flutuante do mundo. No entanto, um projeto desta envergadura traz sempre os seus desafios e na construção do Hywind Tampen, no Mar do Norte, na Noruega, não poderia ser diferente.

Ao todo, vão ser 11 turbinas eólicas com capacidade entre 8 e 8,6 MW que vão compor o parque eólico flutuante de Hywind Tampen. No entanto, tem sido quase uma aventura conseguir colocar os aerogeradores no mar.

Turbina eólica - AWAY
Instalação das pás eólicas (foto: Mammoet)

Foi necessário criar uma fundação flutuante especial, já que pela localização, era impossível instalar as turbinas no solo do mar. Com 107 metros, as grandes boias ficam debaixo de água, algo que representou um desafio na hora de se colocar os aerogeradores e as pás eólicas.

Uma grande grua foi trazida pela Mammoet, uma empresa especializada em manusear grandes volumes, e foi alterada de forma que se conseguisse responder aos desafios impostos pela instalação das turbinas eólicas no Mar do Norte.

As modificações tornaram o manuseamento mais estável, o que permitiu que o projeto andasse para a frente mesmo em dias de maior vento. Várias estruturas de apoio permitiram também que todo o trabalho fosse feito mais rapidamente.

O parque eólico offshore flutuante Hywind Tampen da Equinor terá capacidade de produção de 88 MW. Quando estiver operacional, vai produzir 47% da capacidade de energia eólica flutuante do mundo.

 

(nota: notícia corrigida a 5 de maio devido a gralha no nome do parque eólico)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio
Sabes como guardar sobras de conservas, abacate ou tofu?