Energia

Central de fusão nuclear vai produzir energia para 50 mil casas

Projeto de central nuclear da Tokamak Energy poderá ficar próximo de cidades já que produz energia de forma segura
Texto
Central de fusão nuclear da Tokamak Energy (foto: Tokamak Energy)
Central de fusão nuclear da Tokamak Energy (foto: Tokamak Energy)

A Tokamak Energy apresentou uma nova central de fusão nuclear que deverá ficar pronta nos anos 2030. As imagens mostram uma unidade que além de produzir energia limpa para 50 mil casas, irá criar espaços que poderão ser usados pelas pessoas.

A unidade ST-E1 da empresa de energia do Reino Unido poderá ficar perto das cidades já que vai produzir energia nuclear de forma segura e limpa, sem fazer lixo nuclear de longa duração.

Central de fusão nuclear - AWAY
Imagem de como será a central de fusão nuclear (foto: Tokamak Energy)

O processo que será utilizado para a produção de energia será de fusão, ou seja, de junção de núcleo de átomos, e não de fissão nuclear, o método mais usado atualmente nos reatores e considerado mais perigoso.

Um quilograma de combustível de fusão produz a mesma quantidade de energia que a queima de 10 milhões de quilos de carvão, explica a empresa.

A grande vantagem da fusão nuclear é que permite a produção de energia limpa em qualquer momento, não estando dependente da força do vento ou do sol.

Central de fusão nuclear - AWAY
Unidade terá espaços ao ar livre (foto: Tokamak Energy)

Além disso, também produzem energia para vários usos, como para a produção de hidrogénio e para uso industrial, isto sem precisar de ocupar tanto terreno como um parque solar ou eólico, explica a Tokamak Energy.

A central de fusão nuclear da Tokamak Energy servirá como piloto para o desenvolvimento de unidades de 500 MW a nível mundial.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabes quais são os equipamentos elétricos com maior impacto ambiental?
Cemitérios a produzir energia solar? Projeto está a nascer em Espanha
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma