Mobilidade

Obras do metro em Lisboa e Porto condicionam trânsito nas duas cidades

Condicionamentos do trânsito são provocados pela construção da linha circular em Lisboa e de novas estações e da linha rosa no Porto
Senhas eletrónicas no Metro de Lisboa
Senhas eletrónicas no Metro de Lisboa
PUB

Obras de expansão do Metropolitano de Lisboa e do Metro do Porto vão provocar condicionamentos no trânsito das duas cidades, mais concretamente no Campo Grande, na capital, e na Rua Clemente Menéres que circunda o Jardim do Carregal, no Porto.

Lisboa

PUB

Em Lisboa, a empresa de transportes vai iniciar as intervenções para prolongar as linhas Amarela e Verde, algo que irá afetar o trânsito na zona do Campo Grande, em particular no Terminal Rodoviário e na circulação na Avenida Padre Cruz.

PUB

A partir de dia 19 de janeiro e durante um período previsto de 17 meses, será encerrado o Ramo de Saída Avenida Padre Cruz/Estrada de Telheiras, o que obrigará à mudança do percurso dos transportes coletivos e da saída de passageiros, que passam a sair em frente ao edifício da NOS.

Em comunicado, a empresa alertou também que durante cerca de seis meses, existirão constrangimentos na circulação rodoviária na Av. Padre Cruz.

Porto

A partir de dia 12 de janeiro, a Rua Clemente Menéres, que circunda o Jardim do Carregal, ficará sem saída para o trânsito durante um período de três anos, anunciou a Metro do Porto. Ainda assim, a rua estará parcialmente acessível através da Rua Professor Jaime Rios de Sousa e será possível utilizar o parque de estacionamento.

PUB

Esta rua será parcialmente fechada para que a Metro do Porto proceda à construção da nova estação Hospital Santo António, assim como da linha rosa, que irá ligar São Bento à Casa da Música.

(Fotos: A. Manessinger e C. Jesus/Flickr)

Continuar a ler
Home
Dias negros para quem precisa de abastecer. Combustíveis vão subir
Inspeção às motas à espera do novo governo
Devo comprar um carro elétrico? Prós e contras!