Cidades

Estação de Metro de Arroios reaberta após obras de remodelação e ampliação

A estação da linha verde que se encontrava encerrada há mais de quatro anos reabriu com melhores acessibilidades e capacidade para receber comboios maiores

Os utilizadores da linha verde do Metropolitano de Lisboa, munícipes ou trabalhadores da zona de Arroios, já não necessitam de se deslocar até às estações Alameda ou Anjos para aceder aquele transporte público.

A estação de Arroios reabriu ao público e está totalmente renovada e ampliada, tendo sido dotada de infraestruturas que permitem receber composições de seis carruagens.

A “nova” estação está também totalmente adaptada a utilizadores com mobilidade reduzida. Para tal, foram instalados dois elevadores cais/átrio/cais e um elevador átrio/exterior/átrio, o que permite um acesso entre a superfície e o cais de embarque livre de obstáculos.

O Metropolitano de Lisboa passa, assim, a contar com 41 estações dotadas de acessibilidade plena, entre as 56 que compõem a totalidade da rede.

A empreitada, iniciada em julho de 2017 e agora concluída, representou um investimento de 6,67 milhões de euros e incidiu também na remodelação dos átrios.

Nas paredes laterais foram repostos os painéis de azulejos originais, da autoria de Maria Keil, da estação inaugurada em 1972. E nas zonas onde aumenta a área de parede revestidas, ou seja, onde passaram a ter dois pisos (cais e átrio), os mesmos azulejos foram objeto de uma reinterpretação artística.

A estação de Arroios passou a ter duas zonas distintas, que se encontram unidas por um pavimento em granito preto amaciado, com peças de remate na mesma pedra. Quanto ao cais, recebeu um painel tríptico de azulejos da autoria de Nikias Skapinakis (pintor português de ascendência grega), com cerca de 15 metros de comprimento, marcado por cores quentes e fortes.

Com a reabertura da estação de Arroios e os seus quatro acessos na Praça do Chile, o Metropolitano de Lisboa espera contribuir para a revitalização do comércio local e para a melhoria da qualidade de vida, naquele que é uma das freguesias mais populosas de Lisboa.

Continuar a ler
Home
Preço dos combustíveis para a próxima semana: A previsão da AWAY
Garrafas de plástico reciclado vão ser utilizadas na construção de pneus