Cidades

Metro de Lisboa assina contratos para financiamento da expansão da rede

Investimento superior a 550 milhões de euros irá levar o Metro a Alcântara e expandir em Odivelas e Loures
Texto
Metropolitano de Lisboa
Metropolitano de Lisboa

A concretização do alargamento da linha vermelha de metro até Alcântara e a criação do metro ligeiro de superfície em Odivelas e Loures está prevista no PPR, num investimento total que será superior a 550 milhões de euros.

O Metropolitano de Lisboa e a Estrutura de Missão “Recuperar Portugal” já assinaram os contratos de financiamento para a concretização dos projetos de expansão da rede em Lisboa. O investimento total ascenderá aos 550 milhões de euros e inclui o prolongamento da linha vermelha de metro até Alcântara e a criação do metro ligeiro de superfície em Odivelas e Loures.

(Foto: L.Paulin/Unsplash)

A concretização destes dois projetos está prevista no Plano de Recuperação e Resiliência 2026 (PRR), reafirmando o objetivo de melhorar a mobilidade urbana, tendo em consideração a sustentabilidade ambiental.

Segundo o comunicado enviado pelo Metropolitano de Lisboa, o contrato relativo ao investimento “Expansão da Rede de Metro de Lisboa – Linha Vermelha até Alcântara” terá um financiamento de 304 milhões de euros e o investimento “Metro Ligeiro de Superfície Odivelas-Loures” um financiamento de 250 milões de euros. Nos contratos celebrados, ficou estipulado que os investimentos e financiamentos têm de ser concluídos até 31 de dezembro de 2025.

A expansão da linha vermelha até Alcântara terá uma extensão de quatro quilómetros e terá quatro novas estações: Amoreiras, Campo de Ourique, Infante Santo e Alcântara. Já o Metro Ligeiro de Superfície Odivelas-Loures ligará o Hospital Beatriz Ângelo ao Infantado, num corredor com 12 quilómetros, em forma de C. A rede terá 18 estações.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país