Mobilidade

Bicicleta elétrica, dobrável e autonomia quase ilimitada. Será o futuro?

Vello Bike+ é uma bicicleta com assistência elétrica que tem tecnologia para recuperar a energia das travagens e das descidas
Texto

Imagina uma bicicleta elétrica que tem uma tecnologia que lhe permite carregar-se sozinha e que, por isso, pode ter autonomia ilimitada ou energia infinita (na teoria, pelo menos). É assim a Vello Bike+, a bicicleta elétrica criada pelo designer industrial austríaco Valentin Vodev.

A ideia para esta e-bike da Vello surgiu em 2013, mas foi lançada apenas em 2018 pelo designer e pela empresária Valerie Wolff. E a verdade é que há várias coisas que tornam esta bicicleta e a sua tecnologia tão interessante.

Fundadores Valerie Wolff e Valentin Vodev

A Vello Bike+ surge em duas versões, uma com o quadro em titânio e outra, a primeira que surgiu, com quadro em aço cromado. Dentro de cada versão, pode-se escolher entre três opções de transmissão, a standard, a Speed Drive e a Mountain Drive. A escolha depende da utilização que se queira dar.

O que talvez mais chame a atenção nesta opção de mobilidade é o facto de ter um sistema de regeneração de energia, ou seja, é capaz de se autocarregar. Isso é possível graças a quatro sensores de eficiência e à tecnologia KERS (sigla em inglês para sistema de recuperação cinética de energia), idêntica à utilizada na Fórmula 1, que permite que a energia excedente que é criada nas travagens e nas descidas volte para o sistema de forma eficiente.

Vello Bike+

De acordo com a marca, esta inovadora e-bike tem autonomia a partir de 50 quilómetros com um carregamento, podendo ser teoricamente ilimitada em modo Turbo graças à tecnologia de autocarregamento.

Com assistência do motor, é possível atingir velocidades de até 25 km/h. Já a pedalar sem assistência elétrica, pode chegar aos 35 km/h na versão Speed Drive. Graça a um sensor de inclinação que funciona quase como uma caixa de velocidades, a assistência do motor é automaticamente ajustada para garantir a melhor cadência.

Vello Bike+ Titanium

Pensada para ser usada nos grandes centros urbanos, a facilidade de transporte e de arrumação foi tida em consideração pelo designer. A Vello Bike+ é, por isso, dobrável – dobra-se em cinco segundos –, medindo dessa forma 57cm de altura, 79 cm de largura e 29 cm de profundidade. É também extremamente leve, sendo que a versão normal pesa menos de 14 kg e a de titânio, 12 kg.

Em 2021, a e-bike recebeu a segunda geração do motor que, para além das características que referimos acima, vem com novas funções como a opção de trancar a bicicleta através do smartphone, um detetor de movimento ou rastreamento em caso de roubo.

A Vello Bike+ pode ser adquirida no site da marca. Os preços começam nos 3290 euros, para a versão normal, e podem chegar aos 4790 euros no caso da Vello Bike+ Titanium, na versão Speed Drive ou Mountain Drive.

(Fotos e vídeo: Vello)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Há um novo microcarro elétrico para a cidade que estica e encolhe
Descobre umas telhas que são na verdade pequenos painéis solares
Descobrimos marcas e lojas sustentáveis em Lisboa à boleia do elétrico 28