Mobilidade

Bicicleta a hidrogénio faz 300km apenas com 2 garrafas de água

Percorrer longas distâncias de bicicleta pode ser agora mais fácil graças a LAVO Bike, alimentada a hidrogénio verde
Texto

Todos conhecemos bicicletas tradicionais, daquelas em que se tem mesmo de dar ao pedal, e bicicletas elétricas, que usam baterias para ajudar em alguns momentos de maior cansaço. Agora, surge uma nova proposta: uma bicicleta que usa a energia do hidrogénio para poder ir mais longe. Literalmente.

A história da LAVO Bike, desenhada pelo estúdio de design holandês StudioMOM, começa no momento em que a LAVO, uma companhia australiana, apresenta aquilo que diz ser o primeiro sistema comercial de hidrogénio, desenvolvido por investigadores da Universidade de New South Wales.

Este sistema enche pequeno tanques com hidrogénio verde – produzido a partir de fontes renováveis –, usando água e energia solar. Ao contrário de uma bateria de iões de lítio, mais pesada, estes tanques pesam pouco mais de um quilograma.

Foi então que a LAVO contactou a StudioMOM com um desafio: criar uma e-bike superleve que usasse o sistema de hidrogénio verde para facilitar as deslocações sem emissões.

Foi por terem em consideração que o peso leve do módulo energético poderia trazer benefício a outro tipo de bicicletas para além das e-bike, que a StudioMOM sugeriu um veículo ligeiramente diferente.

Nasceu assim a LAVO Bike, uma bicicleta de carga para distâncias mais longas, compacta e modular, a hidrogénio verde.

De acordo com a StudioMOM, por ser modular e por ter nascido com o objetivo de ser o primeiro passo na mobilidade a hidrogénio a bicicletas, a LAVO Bike é facilmente adaptável tanto às deslocações em cidade como à utilização por parte de negócios mais pequenos.

O sistema de energia a hidrogénio da LAVO não ocupa muito espaço e encaixa no design da bicicleta de forma a não se destacar.

Em relação a autonomia da bicicleta, não foi divulgado ao certo qual será. De acordo com a informação da LAVO, com apenas duas garrafas de água (ainda que não se saiba de que tamanho) é possível gerar energia para cerca de 300 quilómetros, o equivalente para ir de Sidney a Camberra. Agora, se essa será, ou não, a autonomia da LAVO Bike, fica por saber.

A LAVO Bike não está disponível para venda, pelo menos por enquanto. Quem sabe, num futuro próximo, não será possível pedalar nas ruas da cidade com esta inovadora bicicleta a hidrogénio verde.

(Vídeo: Usado sob licença da StudioMOM / Fotos: Maarten van der Wolf/StudioMOM - Todos os Direitos Reservados)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Plano da União Europeia vai ajudar a salvar as abelhas
Base logística do Intermarché já tem painéis solares fotovoltaicos
Antártida tem um novo iceberg 15 vezes maior do que Lisboa