Mobilidade

Mais de 65 anos e vives em Lisboa? Como aderir aos transportes gratuitos

Descobre aqui como é que podes usufruir da gratuitidade dos transportes públicos na capital
Texto
Transportes gratuitos para maiores de 65 anos (Foto: R. Gassant/Unsplash)
Transportes gratuitos para maiores de 65 anos (Foto: R. Gassant/Unsplash)

Desde dia 25 de julho que pessoas com idade igual ou superior 65 anos e morada fiscal em Lisboa podem andar gratuitamente de transportes públicos na capital. A medida, que foi aprovada em maio, aplica-se a toda às redes Carris, Metropolitano de Lisboa e comboios CP onde é válido o passe Urbano 3.ª Idade. Se tens alguma dúvida sobre como podes usufruir, nós ajudamos. 

Descobre como podes beneficiar

Quais são as condições para poderes usufruir dos transportes gratuitos para maiores de 65 anos?

É obrigatório teres idade igual ou superior a 65 anos, teres residência fiscal em Lisboa e seres portador do cartão navegante (ou Lisboa Viva) com o perfil +65. Não é necessário ser pensionista para ter acesso à medida. 

Tenho menos de 65 anos mas sou pensionista, reformado ou portador de uma deficiência. Tenho direito à gratuitidade?

Não. A medida aplica-se apenas a quem tem idade igual ou superior a 65 anos

Qual é a abrangência geográfica?

A gratuitidade é apenas para o cartão navegante urbano, válido nas redes urbanas da Carris e Metro, dentro do Município de Lisboa, e na CP até Benfica (Linha de Sintra), Belém (Linha de Cascais) e Moscavide (Linha da Azambuja). Não inclui a travessia da Ponte 25 de Abril.

Em que redes posso andar gratuitamente?

O título para maiores de 65 anos é válido nas redes CP, Carris e Metropolitano de Lisboa.

Como posso aderir?

É simples: o primeiro passo é ires até um ponto da Carris (lojas de Santo Amaro, Arco do Cego e Saldanha), da CP (gabinete de apoio ao cliente no Rossio e no Cais do Sodré) ou do Metropolitano de Lisboa (Espaços Cliente nas estações Campo Grande e Marquês de Pombal ou Espaços navegante nas estações Alameda, Jardim Zoológico e Entrecampos).

Se já tiveres o cartão navegante +65 anos, é só entregar a certidão que comprova que o domicílio fiscal é em Lisboa. Este documento pode ser pedido ao balcão das repartições das Finanças ou no Portal das Finanças online. Não pode ter sido emitido há mais de seis meses.

Se já tiveres um cartão navegante sem ser o + 65 anos, terá de entregar o comprovativo do domicílio fiscal e um documento de identificação que comprove a idade.

Se não tiveres cartão navegante, precisa de entregar os documentos referidos anteriormente e o requerimento de acesso ao passe navegante, assim como a documentação pedida.

Caso não tenha o cartão navegante, tenho de pagar para o obter?

Sim, o valor do cartão é suportado pelo requerente e custa entre 12 e seis euros dependendo se o pedido é feito com urgência ou não.

Posso aderir à gratuitidade em mais do que um cartão?

Não, cada pessoa tem apenas acesso a um cartão navegante para andar de transportes de forma gratuita. 

Tenho algum prazo para aderir à medida da Câmara Municipal de Lisboa?

A adesão já é possível desde 25 de julho e pode ser feita em qualquer altura.

É preciso renovar?

Para manter a gratuitidade, é necessário proceder a uma renovação anual.

Tenho de carregar o passe todos os meses?

O título para maiores de 65 anos é válido por 30 dias. Para continuares a utilizar os transportes públicos de forma gratuita, é essencial fazeres o carregamento (ainda que este não tenha custo) antes do final do prazo de validade do título carregado anteriormente.

Onde posso fazer o carregamento mensal?

Nas lojas da Carris de Santo Amaro, Arco do Cego e Saldanha, nas bilheteiras CP e nas máquinas de venda automática em todas as estações de metro e nos Postos de Venda do Metropolitano de Lisboa das estações Campo Grande, Colégio Militar/Luz, Jardim Zoológico, Marquês de Pombal, Rossio, Baixa-Chiado, Cais do Sodré, Oriente e Aeroporto.

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro