Mobilidade

Gigantes da estrada com fuel cell a hidrogénio vão chegar aos EUA em 2023

Hyundai vai colocar 30 camiões com tecnologia fuel cell a circular no porto de Oakland, já no próximo ano
Texto
Hyundai aposta no fuel cell para veículos comerciais
Hyundai aposta no fuel cell para veículos comerciais

A Hyundai Motor aproveitou o certame Advanced Clean Transportation (ACT) Expo 2022, que recentemente decorreu no Long Beach Convention Center, no Sul da Califórnia, Estados Unidos, para detalhar os seus planos para expandir o fuel cell aplicado a veículos comerciais.

O construtor coreano deixou claro que pretende entrar no mercado norte-americano dos veículos comerciais com o Xcient Fuel Cell, o primeiro camião do mundo para serviços pesados alimentado a pilhas de combustível. O primeiro passo nesse sentido será dado com a colocação em circulação de 30 unidades do modelo pesado 6x4 no porto de Oakland, na Califórnia, já em 2023.

Além dos Xcient Fuel Cell em exposição no ACT, a Hyundai desenvolveu um programa Ride & Drive, através do qual os visitantes puderam experimentar o “gigante” movido a hidrogénio. Ainda no certame, o fabricante participou no painel de discussão do Hydrogen Workshop.

Sob o tema “Coming Around the Corner, Hydrogen Fuel Cell Vehicles”, o painel debruçou-se sobre os desafios e as perspetivas de mercado dos veículos fuel cell, bem como a legislação e planos de negócio.

Mark Freymueller, Vice-Presidente e Diretor da Inovação de Negócio de Veículos Comerciais na Hyundai Motor Company, um dos oradores convidados, citado em comunicado da marca, frisou que o hidrogénio é essencial para realizar a transição energética para as energias renováveis. Isto porque oferece “já hoje uma solução prática e viável para descarbonizar o setor de veículos comerciais pesados”.

A Hyundai está convicta de que o hidrogénio é a solução energética sustentável para os veículos comerciais e considera que os comerciais FCEV aumentam a eficiência operacional e reduzem os custos com infraestrutura face aos BEV (elétricos a bateria). A justificação está na diminuição do período de inatividade devido ao menor tempo de reabastecimento.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabias que 1 em cada 4 EV utilizam baterias da Coreia do Sul?
Preço da gasolina e do gasóleo desce na próxima segunda-feira. Vê aqui
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa