Mobilidade

Tesla avaliada em um bilião de doláres graças a encomenda da Hertz

Hertz comprou 100 mil carros Model 3 como parte de plano de eletrificação da frota e fez com que as ações em bolsa do fabricante de elétricos disparassem
Hertz compra 100 mil veículos Tesla
Hertz compra 100 mil veículos Tesla
PUB

A Tesla viu as suas ações chegarem a um novo máximo e, pela primeira vez na sua história, o seu valor chegou a um bilião de dólares, o que corresponde a cerca de um bilião de euros. 

A subida astronómica foi causada pela encomenda de 100 mil veículos Model 3 da Tesla, feita pela Hertz Global Holdings Inc. depois de, há quatro meses, quase ter declarado insolvência e de ter sido comprada pela Knighthead Capital Management e pela Certares Management. 

PUB

Com esta encomenda, mais de 20% da frota da Hertz passa a ser elétrica. 

PUB
Frota elétrica (foto: Hertz)

A encomenda que, de acordo com a Bloomberg, representa uma transação de 3,6 mil milhões de euros, faz parte no plano de eletrificação da empresa americana de aluguer de automóveis. A longo prazo, a Hertz espera que a frota mundial de meio milhão de carros e camiões seja praticamente toda elétrica.

Tersla Model 3 (foto: Tesla)

Os primeiros Tesla vão ser entregues já em novembro e espera-se que a encomenda fique completa até final de 2022. Os veículos vão estar disponíveis para aluguer nos Estados Unidos e em alguns países da Europa.

PUB

Os clientes vão poder utilizar a rede de carregamento da Tesla e a Hertz já informou que planeia criar uma infraestrutura de carregamento em nome próprio.

Mark Fields, CEO interino Hertz (foto: Hertz)

Em entrevista, Mark Fields, o CEO interino da Hertz, afirmou que democratizar o acesso a veículos elétricos é uma parte muito importante da estratégia da empresa e que a “Tesla é o único fabricante que consegue produzir veículos elétricos em grande escala”.

Graças à encomenda da Hertz, as ações da Tesla subiram 13%, sendo este o maior aumento num só dia desde março, atingindo o valor de 882,86 euros. Desta forma, a marca tornou-se uma das cinco empresas americanas cotadas em bolsa avaliadas em um bilião de dólares.

A Hertz também viu a sua cotação em bolsa subir 10%, passando cada ação a custar 23,41 euros.

Campanha publicitária (foto: Hertz)

A encomenda de 100 mil veículos da empresa de aluguer de automóveis equivale a um décimo da capacidade de produção do construtor de automóveis americano. Ainda assim, o acordo entre a Tesla e a Hertz não é de exclusividade e, caso lhe seja possível, a marca americana poderá fazer acordos semelhantes com outras empresas de aluguer de carros.

PUB
Tom Brady (foto: Hertz)

A Hertz acredita que ao ter a opção de aluguer dos modelos da Tesla vai atrair novos clientes. Por isso, está a investir na divulgação da nova frota e já apresentou a campanha publicitária com o quarterback Tom Brady.

A empresa de aluguer de veículos também lançou um novo website dedicado ao aluguer dos veículos elétricos, em que oferece carregamento gratuito até ao fim de janeiro.

Continuar a ler
Home
Tão giro! O Microlino tem 230 km de autonomia e é perfeito para as cidades
Empresa chinesa quer arrancar com táxi aéreo na Europa em 2025
Este é o carregador elétrico mais rápido do mundo