Mobilidade

Um automóvel que se movimenta como um caranguejo? Existe e é da Hyundai

É o fim dos problemas em estacionar, mesmo nos lugares mais apertados. Este Ioniq 5 é um verdadeiro contorcionista
Texto
Hyundai Mobis e-Corner System
Hyundai Mobis e-Corner System

Conheces aquelas pequenas escavadoras que parecem rodopiar sobre si mesmas e se movimentam facilmente em espaços superapertados? Provavelmente gostarias que o teu automóvel pudesse fazer o mesmo. Com o “Hyundai caranguejo” isso pode estar mais perto de acontecer do que imaginas.

A divisão do construtor coreano focada em condução autónoma, conectividade e eletrificação – Hyundai Mobis – surpreendeu o mercado com a divulgação de um vídeo (em baixo), em que aplica um sistema de rotação das rodas em 90 graus ao elétrico Ioniq 5.

Aquele que à partida parece ser um “simples” automóvel de cinco portas é, afinal, um autêntico caranguejo. Pelo menos a avaliar pela forma como se consegue movimentar.

Deslocar-se na lateral (crab driving), inverter a ordem de marcha sem sair do lugar (zero turn), deslocar-se na diagonal e rodar em volta do eixo (pivot turn), são algumas das “habilidades” que este Ioniq 5 especial consegue fazer com facilidade.

Hyundai Mobis e-Corner System - AWAY
Inversão de marcha sem sair do lugar

O segredo está no sistema e-Corner da Hyundai, apenas possível de aplicar em automóveis elétricos, já que para o seu funcionamento é necessário haver um motor em cada roda. A travagem e a direção são do tipo ‘by-wire’, ou seja, as habituais ligações mecânicas entre volante e rodas e entre pedais e travões são substituídas por cabos e sensores eletrónicos.

Hyundai Mobis e-Corner System - AWAY
Deslocação na diagonal

A pergunta que agora se impõe é: até quando vamos ter de esperar para ter este sistema nos automóveis comuns e acabar, definitivamente, com os problemas em estacionar, até nos lugares mais apertados?

(Fotos: captura Youtube/ Hyundai Mobis)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Aquecimento global pode afetar 3,6 mil milhões de pessoas
O futuro da mobilidade elétrica pode ser um bilugar bem radical
7 dicas para combater a humidade e bolor em casa