Mobilidade

Superdesportivo elétrico demonstra todo o potencial da Hyundai

Concept car de altas prestações é baseado no Ioniq 6, modelo que ainda nem chegou ao mercado. Tem 430 kW de potência

A Hyundai está apostada no desenvolvimento de veículos livres de emissões; um compromisso que passa também pelos futuros modelos a receber a chancela N, a sua divisão de alta performance. Nesse sentido, a marca revelou o protótipo RN22e, que assim se junta ao N Vision 74.

Com o RN22e, a Hyundai pretende abrir caminho para o que será um futuro totalmente eletrificado dos seus modelos de altas prestações. Este “laboratório móvel”, como lhe chama o construtor coreano e cuja comercialização não está confirmada, foi desenvolvido e está a ser testado com o intuito das suas soluções tecnológicas poderem vir a integrar futuros modelos N de produção em série.

Concebido com base na plataforma para automóveis elétricos da Hyundai – E-GMP – o RN22e pode ser interpretado como um Ioniq 6 (modelo elétrico a ser produzido a partir do terceiro trimestre deste ano) de alta performance, idealizado para a condução em pista, mas com capacidade para ser usado no quotidiano.

Ao nível da mecânica, o RN22e conta com um sistema de vetorização de binário (ajuda eletrónica que monitoriza e distribui a potência pelas rodas) de dupla embraiagem e tração integral. Os seus diferentes modos de condução permitem ao condutor escolher a potência que é transmitida às rodas dianteiras e traseiras, tudo para garantir o melhor desempenho em curva.

Por se tratar de um elétrico, este novo concept compensa o incremento de peso causado pela adição das baterias com a integração de peças impressas em 3D. Já a ausência do ruido proveniente de um motor de combustão, tão característico de modelos desportivos, é substituído neste elétrico pelo sistema N Sound+, capaz de gerar som a partir das colunas interiores e exteriores, para uma sensação de condução dinâmica.

Sobre o conjunto propulsor que equipa este RN22e, a Hyundai avançou que os motores elétricos nele aplicados debitam 430 kW (577 cv) de potência combinada e que a bateria tem 77,4 kWh de capacidade, podendo ser carregada em menos de 18 minutos. E quando o assunto são prestações, este protótipo elétrico não desilude os amantes de emoções fortes, com os seus mais de 250 km/h anunciados.

Continuar a ler
Home
Alterações climáticas impactam nascimento das tartarugas
Preço dos combustíveis desce hoje: vê a nossa previsão
Descobre este veículo de transporte coletivo autónomo e a hidrogénio