Mobilidade

46% dos motoristas de táxis e TVDE querem mudar para veículos elétricos

Estudo mostra que apesar de já haver interesse na transição elétrica, ainda há motoristas a identificar muitos entraves
Texto
Motoristas de TVDE e táxi mostram interesse em veículos elétricos (Foto: Hans Porochelt)
Motoristas de TVDE e táxi mostram interesse em veículos elétricos (Foto: Hans Porochelt)

Os motoristas profissionais de táxis e TVDE na Europa estão cada vez mais interessados na mobilidade elétrica. Atualmente, 46% quer estar a conduzir um veículo elétrico em menos de dois anos. Em Portugal, 45% das empresas que operam no setor também querem fazer a transição, mas, por outro lado, os motoristas portugueses não estão tão abertos à mudança, com apenas 32% dispostos a trocar para um elétrico.

As conclusões são de um estudo realizado pela Free Now, aplicação de mobilidade europeia, que entrevistou 2049 motoristas de táxi e TVDE do Reino Unido, Irlanda, Alemanha e Portugal, ativos na plataforma. O objetivo era analisar o interesse e as barreiras dos condutores relativamente à transição elétrica.

Relativamente aos principais obstáculos para a troca para um elétrico, os motoristas em Portugal identificaram o preço de compra (45%) e a curta duração da bateria (26%).

Aplicação Free Now

Adquirir um automóvel elétrico usado também não parece ser solução para 43% dos motoristas portugueses e 70% dos alemães, já que há receio de que a bateria se estrague prematuramente caso o veículo não seja novo.

Ainda assim, há fatores que parecem atrair os motoristas de táxis e TVDE para a mobilidade elétrica. Em Portugal, os condutores profissionais apontam a maior poupança, os custos mais reduzidos de manutenção, a condução mais suave e o menor ruído como os principais benefícios de conduzir um veículo elétrico.

Clientes da Free Now em Portugal procuram elétricos

A Free Now tem procurado incentivar a mobilidade sustentável dentro das cidades e tem criado, em Portugal, iniciativas para motivar a transição elétrica de forma a atingir o compromisso de emissões zero até 2030.

Criaram uma política de comissão zero para a frota elétrica, beneficiando assim os motoristas de elétricos. Além disso, a Free Now tem uma parceria com a EDP que garante descontos no carregamento de veículos elétricos.

Apesar de os motoristas portugueses ainda mostrarem alguma relutância em trocar o seu veículo a combustível fóssil por um sem emissões, a verdade é que os clientes da aplicação estão cada vez mais interessados em viajar de elétrico.

A Free Now destaca que, em 2021, Lisboa teve a maior percentagem de viagens em veículos elétricos de todas as cidades europeias onde a aplicação de mobilidade opera.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro