Mobilidade

Já conduzimos em Lisboa a nova scooter elétrica Seat Mó

Pensada para ambientes urbanos, a proposta de duas rodas do construtor espanhol prima pela agilidade e pelas zero emissões
Texto

Pequena, ágil, divertida e, mais importante, elétrica. São estas as características a destacar na nova Seat Mó eScooter 125, a primeira proposta de duas rodas da marca espanhola pensada para as deslocações em áreas urbanas, que agora chega ao mercado português por 6225 euros e que já testámos.

Mó, abreviatura de mobilidade, é a marca do grupo Volkswagen, inserida no universo Seat, criada há quatro anos para oferecer novas formas de locomoção, em especial ao público mais jovem. Começou pelas trotinetes e, no ano passado, lançou a sua primeira moto em Espanha, tendo, entretanto, chegado a um total de dez mercados.

A numeração que integra a designação da moto elétrica da Seat – 125 – resulta de uma associação feliz. Não só é a categoria em que se insere (equivale a uma moto com motor a combustão de 125 cc e, tal como esta, pode ser conduzida por quem tem carta de automóvel), como é também a sua autonomia média em quilómetros (embora o valor máximo anunciado seja de 133 km).

A equipá-la tem um motor elétrico de 7 kW (potência máxima de 9 kW) e uma bateria de iões de lítio de 5,6 kWh, que necessita de seis a oito horas para ser totalmente carregada a partir de uma tomada de corrente convencional. A destacar, o facto de esta ser removível do tipo trolley, podendo ser facilmente retirada para ser carregada em casa ou no trabalho, apesar dos seus 41 kg de peso.

Em alternativa, o utilizador pode carregar a bateria diretamente na moto, apenas ligando um cabo à tomada que se encontra disfarçada no chassis.

Ao nível das prestações, a Seat Mó anuncia uma velocidade máxima de 95 km/h para a sua eScooter 125 e uma aceleração dos 0 aos 50 km/h em apenas 3,9 segundos, o que, como tivemos oportunidade de comprovar, lhe permite oferecer uma boa resposta para a circulação em cidade, aliado ao seu peso reduzido – 152 kg.

Outra característica a contribuir para a agilidade da Seat Mó eScooter 125 é o facto de incluir marcha-atrás. Basta apertar um botão para que as pequenas manobras ou o estacionamento se revelem tarefas fáceis.

Equipada com travões de disco em ambas as rodas e amortecedores hidráulicos que a tornam algo dura quando o asfalto não está nas melhores condições, a nova scooter da Seat oferece três modos de condução.

O modo Eco reduz a velocidade e a aceleração para aumentar a autonomia; o modo City estabelece o melhor equilíbrio entre estes três fatores; e o modo Sport melhora as prestações. Pelo facto de disponibilizar mais força e velocidade e a travagem ser mais regenerativa, este último é o que requer mais habituação por parte do condutor, já que a aceleração e a desaceleração acontecem de forma mais brusca, comparativamente a uma scooter equivalente com motor de combustão.

A Seat Mó eScooter 125 foi desenhada para transportar até duas pessoas e para disponibilizar espaço sob o assento para guardar o mesmo número de capacetes. Na dianteira do guiador encontra-se o ecrã digital onde constam as informações mais importantes – velocidade, estado da carga da bateria e respetiva temperatura, motor e inversor, modos de condução, velocidade média e autonomia.

A nova moto 100% elétrica da Seat está disponível num total de sete concessionários da marca, distribuídos entre Guimarães e Lisboa, em três opções de cor de carroçaria, todas elas com acabamento mate – vermelho, cinza e branco. Já o banco é sempre bicolor, em cinza e preto.

Uma última nota sobre a aplicação My Seat Mó, com a qual é possível emparelhar um smartphone com a scooter e assim ter acesso a informações em tempo real, como a sua localização e o nível de bateria e a autonomia estimada.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Plano da União Europeia vai ajudar a salvar as abelhas
Base logística do Intermarché já tem painéis solares fotovoltaicos
Antártida tem um novo iceberg 15 vezes maior do que Lisboa