Energia

Elon Musk descarta hidrogénio como sendo parte de um futuro sustentável

CEO da Tesla refere que hidrogénio é de difícil armazenamento e que precisa de muita energia para ser produzido
Texto
Elon Musk mostra-se contra o hidrogénio (Foto: Daniel Oberhaus/Flickr)
Elon Musk mostra-se contra o hidrogénio (Foto: Daniel Oberhaus/Flickr)

O CEO da Tesla, Elon Musk, demonstrou uma vez mais o seu ceticismo em relação à importância do hidrogénio na transição para um futuro mais sustentável, descrevendo a ideia até como “talvez das mais ignorantes que já ouvi”.

Durante uma entrevista com a Financial Times Future of the Car summit, citada pela CNBC, Elon Musk voltou a frisar que não acredita que o hidrogénio possa ser o futuro.

Para reforçar a sua opinião, o fundador da Tesla e da SpaceX refere as problemáticas diretas no armazenamento, alertando que seriam precisos tanques gigantes. No caso do hidrogénio líquido, teriam de ser ainda maiores.

Hidrogénio (Foto: Gettyimages/Tienne Balmer)

Outro dos pontos destacados por Elon Musk foi que a produção de hidrogénio consome muita energia e que se não for utilizada energia renovável, o processo torna-se poluente.

Apesar de ser controverso, esta não é a primeira vez que Elon Musk se mostra cético relativamente ao hidrogénio. Aliás, em 2020, através do Twitter, deu a entender que a falta de conhecimento faz com que a tecnologia do hidrogénio seja apetecível.

Vozes de apoio ao hidrogénio

Apesar da opinião de Elon Musk, existem várias entidades a ver o hidrogénio como uma aposta futura no campo das energias renováveis.

Um bom exemplo poderá ser a Comissão Europeia que, recentemente, partilhou o pacote energético REpowerEU em que apresenta medidas para aumentar o recurso ao hidrogénio verde. Bruxelas considera esta fonte energética como uma aliada para acabar com a dependência do gás natural.

Há também várias empresas a apostar no hidrogénio. Por exemplo, a Hyundai tem planos para expandir o fuel cell aplicado a veículos pesados nos Estados Unidos. Já a Bosch irá começar a produzir componentes para eletrolisadores de forma a expandir o hidrogénio verde na Europa e apoiar a transição energética.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cortiça portuguesa no interior dos elétricos Mobilize
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana