Mobilidade

Inovador motor de combustão a hidrogénio estreia-se em competição

Hidrogénio surge como solução em motor a combustão com dois litros e turbocompressor
Texto

O departamento de competição automóvel da AVL revelou um protótipo de motor turbo 2 litros movido a hidrogénio que, devido aos excelentes resultados dos testes, poderá fazer a estreia em veículos desportivos muito em breve, demonstrando mais uma forma de alcançar elevadas prestações com emissões zero.

O motor 2.0 Turbo da AVL Racetech utiliza injeção eletrónica inteligente a água (PFI) o que, para além de evitar a ignição prematura, permite moderar a combustão da unidade, tendo alcançado em testes uma densidade de potência específica de 150 kW/litro (205 cv), perfazendo um total de 410 cavalos de potência.

hidrogénio - away
Motor de combustão movido a hidrogénio (foto: divulgação)

De acordo com os dados revelados pela AVL, os motores de combustão de hidrogénio (H2-ICE) são conhecidos pelos baixos números de desempenho e queima pobre. Com esta unidade todo esse conceito parece ultrapassado e abre-se toda uma nova oportunidade para testes com hidrogénio.

hidrogénio - away
O motor AVL 2.0L Turbo atingiu 410cv em testes (foto: divulgação)

Para revelar estes dados a AVL Racetech, em cooperação com o laboratório de testes húngaro Humda, realizou um conjunto de testes em Graz, na Áustria, com um protótipo de motor turbo de dois litros movido a hidrogénio a atingir uma potência total de 301,7 kW (410 cavalos) atingindo uma rotação máxima de 6.500 rpm e alcançando um binário máximo de 500 Nm disponíveis numa faixa de utilização entre 3.000 e 4.000 rpm, o que corresponde a uma pressão média de 32 bar (BMEP).

O próximo passo da empresa é testar o motor e o conceito em pista.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vais para o Algarve? Vê se a tua praia perdeu o selo de 'Qualidade de Ouro'
Radares da PSP: é aqui que vão estar na semana de 20 a 26 de maio
5 dicas para usares tecnologia de forma ambientalmente responsável