Mobilidade

Novo jato hipersónico a hidrogénio fará NY - Sidney em 3,5 horas

Startup suíça Destinus está a desenvolver um jato movido a hidrogénio que poderá encurtar distâncias em todo o mundo
Texto

Superpoderoso jato hipersónico alimentado a hidrogénio poderá vir a realizar a viagem aérea entre Nova Iorque (NY) e Sidney em menos de 4 horas, dizem os promotores de um inovador projeto inspirado na tecnologia aeroespacial.

A startup suíça Destinus está a desenvolver um impressionante superavião a hidrogénio, para transporte de passageiros, com o objetivo assumido de reduzir as atuais 17 horas de viagem para sensivelmente 3,5 horas, na ligação entre os Estados Unidos da América e a Austrália.

A Destinus quer assim rapidamente desenvolver um avião supersónico (capaz de alcançar velocidades 5 vezes a velocidade do som) alimentado a hidrogénio, capaz de ser utilizado em viagens intercontinentais de longa distância.

O primeiro protótipo, denominado Jungfrau, cruzou os céus em 2021 (vídeo abaixo).

E já no final de 2022 o segundo protótipo, com o nome de Eiger, cumpriu mais um pacote de testes (vídeo abaixo).

A empresa ainda não divulgou dados técnicos do projeto mas prepara-se para analisar e apresentar dados dos primeiros voos supersónicos, talvez quando realizar mais testes no final do presente ano.

De acordo com a Destinus, os primeiros voos intercontinentais podem ocorrer em 2025 e a partir de 2029 contam ter mais de mil hiperaviões a voar nos céus.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio
Sabes como guardar sobras de conservas, abacate ou tofu?