Energia

Maior unidade solar para autoconsumo da Europa vai ficar no Alentejo

Megaprojeto da Greenvolt tem como destinatário a empresa mineira portuguesa Almina, sediada em Aljustrel
Texto
Projeto da Greenvolt para a Almina (Foto: Greenvolt Next)
Projeto da Greenvolt para a Almina (Foto: Greenvolt Next)

São mais de 44.500 os painéis solares a implementar na empresa Almina - Minas do Alentejo, naquela que será a maior unidade de produção de energia solar fotovoltaica para autoconsumo da Europa. O projeto é da responsabilidade da Greenvolt Next, do Grupo Greenvolt.

O parque solar a instalar na empresa mineira portuguesa, que se dedica à exploração de minérios de zinco, chumbo e cobre, terá uma potência total instalada de 24,4 MWp. Esta poderá, assim, tirar partido da sua localização na região de Aljustrel, no Alentejo, para a geração de energia limpa, obtida a partir do sol, a qual irá usar na sua atividade.

Parque solar - AWAY
Parque solar (Foto: Pexels)

O elevado número de horas de sol que caracterizam esta região irá permitir alcançar uma produção de energia de 41.222 MWh anuais, o que representa um quarto das necessidades de energia elétrica da Almina. Ao nível ambiental, serão emitidas menos 20.104 toneladas de CO2 por ano.

Para além da implementação do parque solar ao nível do solo, o projeto da Greenvolt Next para as instalações da Almina contempla a colocação de painéis solares como cobertura de um parque de estacionamento.

O complexo terá uma capacidade instalada de 1 MWp e irá produzir anualmente cerca de 1553 MWh de energia elétrica, a qual servirá para carregar a frota de automóveis eletrificados que a empresa tem vindo a fazer crescer.

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Aquecimento global pode afetar 3,6 mil milhões de pessoas
O futuro da mobilidade elétrica pode ser um bilugar bem radical
7 dicas para combater a humidade e bolor em casa