Energia

Gás natural chega a Miranda do Douro e cria novas oportunidades

Dourogás investe 2,2 milhões de euros em Unidade Autónoma de Gaseificação. A concessão ficará a cargo da Sonorgás
Miranda do Douro (Foto: Pedro Nuno Caetano/Flickr)
Miranda do Douro (Foto: Pedro Nuno Caetano/Flickr)

Os mais de mil habitantes do concelho de Miranda do Douro, no distrito de Bragança, vão passar a ter acesso a gás natural, fruto de um investimento de 2,2 milhões de euros na instalação na região de uma Unidade Autónoma de Gaseificação.

Eduardo Viana, presidente-executivo da Sonorgás, a empresa concessionária, salientou que o acesso ao gás natural em Miranda do Douro irá gerar um impacto positivo na economia e no desenvolvimento regional. “O gás natural é uma alternativa energética mais económica e mais limpa, o que permite às famílias um maior nível de poupança”, referiu o responsável, citado em comunicado.

A presidente da Câmara de Miranda do Douro, Helena Barril, concorda com os benefícios que a nova solução energética irá trazer ao seu concelho e, em particular, à cidade sede de concelho. Benefícios esses que irão impactar não apenas a polução residente, mas também a indústria que aí opera.

A implementação no concelho de Miranda do Douro de uma Unidade Autónoma de Gás é uma espécie de motor de arranque para novas oportunidades para a indústria e para os consumidores particulares”, destacou a autarca social-democrata, citada pela Lusa.

Criada em 2008, a Sonorgás é uma empresa de origem transmontana. Está integrada no grupo Dourogás, o qual está presente no mercado desde 1994, resultante da colaboração entre um conjunto de empresários e as autarquias dos municípios que ficaram excluídos da primeira concessão de gás natural atribuída pelo Estado.

(Foto: Unsplash)

Continuar a ler
Home
Preço dos combustíveis para a próxima semana com nova descida
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas
E se fosses de balão ao espaço? Descobre aqui o preço de uma viagem de 6 horas