Atualidade

Portugal está a exportar mais componentes automóveis

Último mês de janeiro superou igual período do ano passado em 16,6%. Mercados do top cinco representam 72% do total das exportações
Texto
Porto de Sines, Portugal (foto: Associated Press)
Porto de Sines, Portugal (foto: Associated Press)

As exportações de componentes automóveis fabricados em Portugal aumentaram no último mês de janeiro 16,6% face ao período homólogo – janeiro de 2022 – atingido 1.000 milhões de euros.

Os valores agora anunciados pela Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA) confirmam que o incremento nas exportações registado no primeiro mês deste ano representa o nono mês consecutivo de subidas, com o mercado espanhol a manter-se como principal cliente dos componentes “made in Portugal”.

Em janeiro as vendas para o país vizinho ascenderam a 306 milhões de euros (mais 8,4% do que no mesmo mês de 2022), valor que supera os 208 milhões de euros de vendas à Alemanha e os 118 milhões de euros de vendas a França.

Indústria automóvel - AWAY
Indústria automóvel (foto: C. Aranda/ Pexels)

O top cinco dos países melhores clientes dos componentes automóveis portugueses, os quais representam 72% do total das exportações, fica fechado com a Eslováquia (43 milhões de euros em vendas) e os Estados Unidos (37 milhões de euros em vendas).

Apesar da subida no volume de exportações que se verifica há nove meses consecutivos, a AFIA destaca que a indústria portuguesa de componentes continua a debater-se com múltiplos desafios que testam a sua capacidade de resiliência, nomeadamente a contínua escassez de semicondutores e a inflação dos custos relacionadas com transportes, energia e matérias-primas.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
5 dicas para usares tecnologia de forma ambientalmente responsável
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio