Atualidade

Alterações climáticas provocam dúvidas aos casais: vale a pena ter filhos?

A questão tem sido objeto de estudo de vários investigadores e pode estar a surgir uma tendência mundial de equacionar sermos ou não pais
Texto
Vale a pena ter crianças? (Foto: StockSnap/Pixabay)
Vale a pena ter crianças? (Foto: StockSnap/Pixabay)

O planeta está em perigo, as alterações climáticas são uma realidade e muitos cientistas advertem que a intensiva exploração dos recursos naturais pode condenar a Terra se nada mudar radicalmente. Neste cenário há já jovens casais que começam a fazer a pergunta: vale a pena ter filhos?

Se te identificas com este cenário a verdade é que não estás, de todo, sozinho nessa dúvida. E há vários estudos que levantam a questão. Altas temperaturas, falta de água, seca persistente, desastres naturais, poluição e já nem falamos de escassez de alimentos, tudo são problemas que levam os casais mais jovens a pensar que tipo de mundo é este para deixar uma criança.

Investigadores da Universidade da Califórnia (UCLA), foram estudar o decréscimo de natalidade entre 1931 e 2010 e estimam que os efeitos das altas temperaturas, em territórios americanos onde antes isso não ocorria, tiveram relação direta com um menor número de crianças nascidas.

Casal com filhos - AWAY
Casais estão a ponderar se devem ter filhos (Foto: Natalya Z./Pexels)

Nesse estudo publicado pela UCLA essa evidência fica demonstrada em zonas onde a temperatura média sobe de forma constante as taxas de nascimentos tem consistentemente baixado oito a 10 meses após.

na China um estudo a 18 mil casais realizado em 2020 mostrou que a poluição está a ter efeito na redução de 20% da fertilidade e consequentemente no nascimento de crianças.

Um outro estudo da Universidade de Oregon (EUA) vai mais longe e refere que “não ter filhos é a forma mais eficiente de reduzir a pegada ambiental de cada casal”.

Casal com criança - AWAY
Casais ponderam antes de ter crianças (Foto: Pavel D./Pexels)

Se já estás a ficar meio apavorado, a Morgan Stanley dá-te ainda mais razões. Numa nota emitida em 2021 a prestigiada consultora advertia os investidores que está a existir um “movimento crescente para não ter filhos devido ao receio das alterações climáticas”.

Ter uma criança é sete vezes pior para as emissões de CO2 do que os 10 maiores problemas que normalmente identificamos, cita a mesma nota da consultora norte-americana.

O pior é que parece que esse “movimento” é hoje uma tendência que não tem paralelo com outras crises que tenham impactado as taxas de natalidade.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Novo elétrico Citroën ë-C4 X chega a Portugal e já há preços
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana
Vê como um frango pode alimentar milhares de pessoas