Fantástico

Marisco impresso em 3D: será esta a alimentação do futuro?

Steakholder Foods desenvolveu camarão à base de plantas impresso em 3D, aumentando a lista de alimentos que produz
Texto

Qual será o futuro da alimentação? Para a Steakholder Foods, poderá passar pela impressão de alimentos em 3D. Depois de ter desenvolvido variados tipos de carne e de peixe impressos, a empresa de origem israelita apresenta o primeiro camarão impresso em 3D e à base de plantas.

Tal como acontece com outros produtos da empresa, os camarões criados em laboratório foram desenvolvidos de forma a imitar a textura e o sabor do produto natural. A impressão é feita na DropJet, desenhada para imprimir peixe e marisco, utilizando uma bio-tinta com sabor a camarão criada pela equipa da Steakholder Foods.

Camarão impresso em 3D - AWAY
Camarão impresso em 3D   (foto: Steakholder Foods)

Este é o mais recente produto a entrar no portefólio já extenso da empresa que pretende ter uma gama de alimentos de base vegetariana (à base de plantas) ou híbrida (combinação de plantas e cultivo).

De acordo com a Steakholder Foods, em 2023, foram apanhadas 7,6 milhões de toneladas de camarão. Com a solução de impressão 3D, é possível colmatar a procura por camarão de uma forma mais eficiente e sustentável, oferecendo assim uma alternativa mais prática e amiga do ambiente à captura e criação de camarão.

Camarão - AWAY
Prato com camarões impressos (foto: Steakholder Foods)

A Steakholder Foods foi criada em 2019 e tem como objetivo desenvolver uma solução para a produção de produtos alimentares, como carne e marisco, que não envolva o abate de animais. Para tal, trabalha com o que chama de agricultura celular, produzindo carne que imita o sabor, textura e aspeto da opção tradicional.

Esta solução traz grandes vantagens para o ambiente, já que deixa de ser necessário gastar tanta água e terra para criar gado e evita-se as emissões de gases com efeito de estufa da agropecuária.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Parte do plástico em Portugal é reciclado com recurso a energia solar
Vais comprar pão? 6 dicas para aproveitares até à última migalha
Quanto tempo demora o Citroën ë-C4 X a percorrer 1000 quilómetros?