Energia

Será que a air fryer consome menos energia do que um forno elétrico?

Muitas são as pessoas que estão a trocar o forno pela air fryer. Mas será que este aparelho é mais eficiente em termos energéticos?
Texto
Air fryer (foto: Vecstock/Freepik)
Air fryer (foto: Vecstock/Freepik)

As air fryer têm sido dos equipamentos de cozinha mais falados dos últimos tempos. Além de “fritarem” alimentos sem óleo, são muito versáteis, podendo fazer-se ovos cozidos, sobremesas e refeições completas neste pequeno aparelho. No fundo, a air fryer substituiu um forno elétrico ventilado, mas será que consome menos energia?

De acordo com o site britânico The Eco Experts, usar a air fryer na confeção de alimentos é mais económico do que usar o forno elétrico já que o consumo de energia é bastante inferior.

A air fryer é cerca de cinco vezes mais eficiente em termos energéticos do que um forno elétrico. Fazendo a mesma utilização, num ano, a air fryer apenas consome 20% da energia comparativamente a um forno elétrico.

Para se ter uma ideia, as fritadeiras de ar quente geralmente consomem entre 800 e 1800 watts, havendo opção com potência mais elevada. Um micro-ondas típico usa entre 600 e 1000 watts, e um forno elétrico pode chegar aos 5000 watts.

Na air fryer, o tempo de cozedura é também mais curto e não é necessário proceder a um pré-aquecimento tão longo já que são bem mais pequenas (uma air fryer tem capacidade de entre dois e seis litros e um forno de entre 60 e 70 litros).

O The Eco Experts falou também sobre os fornos a gás. Neste caso, também consomem mais já que demoram mais tempo a preparar os alimentos. Além disso são mais nocivos para o ambiente e para a saúde por emitirem poluentes.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Um dos relógios mais sustentáveis é feito com materiais reciclados
Prazo para validar faturas e poupar no IRS está a acabar
Radares da PSP na próxima semana até 29 de fevereiro