Mobilidade

Trotinetes Bolt agora também disponíveis na cidade do Porto

Depois de fechar acordo com o município para operar na cidade, plataforma europeia põe 700 veículos em circulação
Texto
Trotinetes da Bolt chegam ao Porto
Trotinetes da Bolt chegam ao Porto

As trotinetes da Bolt já estão disponíveis na segunda maior cidade do país. A plataforma de mobilidade europeia fechou um acordo com a Câmara Municipal do Porto para implementar a sua solução de micromobilidade na cidade nortenha durante os próximos cinco anos.

A partir de agora, tanto os portuenses como todos os que diariamente visitam a cidade do Porto passam a ter à sua disposição uma frota composta por 700 trotinetes elétricas da Bolt, podendo, assim, efetuar pequenas deslocações de forma mais sustentável.

A chegada ao Porto é um dos pontos altos da estratégia de expansão da Bolt na região norte. Recorde-se que o seu serviço de trotinetes elétricas já abrangia as cidades de Braga, Barcelos e Coimbra, tendo a marca a ambição de chegar, no futuro, a mais localidades na região.

Mais a sul é também possível alugar uma trotinete Bolt nas cidades de Lisboa, Cascais, Seixal, Montijo, Setúbal e Alcácer do Sal.

As 700 trotinetes agora disponíveis por toda a cidade do Porto seguem os padrões de segurança implementados pela plataforma europeia em todos os seus equipamentos. Integram um teste de reação cognitiva para avaliar se o utilizador ingeriu bebidas alcoólicas e um sistema inteligente de verificação de estacionamento apropriado.

Para combater o estacionamento desordenado de trotinetes e evitar que estas se tornem obstáculos para os peões, a Bolt deixa a garantia de que disponibilizará no mapa da respetiva aplicação todos os locais públicos no Porto onde os seus veículos poderão ser libertados em segurança.

(Fotos: divulgação)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro