Mobilidade

Metro do Porto bate recorde com 79 milhões de passageiros em 2023

Número de pessoas a andar na Metro do Porto aumentou 21,3% de 2022 para 2023
Texto
Metro do Porto (Foto: Rob Dammers/Flickr)
Metro do Porto (Foto: Rob Dammers/Flickr)

A Metro do Porto bateu, em 2023, o recorde absoluto de passageiros transportados num ano, atingindo os 79 milhões, tornando-se, segundo a empresa, "o maior operador de transporte público" da Área Metropolitana do Porto (AMP).

De acordo com dados da empresa enviados à Lusa, a transportadora registou 79.070.564 validações em 2023, um aumento de 21,30% face aos 65,2 milhões (exatamente 65.185.811) de validações registados em 2022.

Os números do ano passado ficam ainda acima do anterior recorde de passageiros transportados, registado em 2019 (antes da pandemia de covid-19), em que a empresa tinha registado 71,3 milhões de passageiros.

Fonte oficial da empresa afirmou, à Lusa, que 2023 "marca em definitivo a posição da Metro do Porto como o maior operador de transporte público da Área Metropolitana do Porto e um dos maiores do país".

Metro do Porto - AWAY
Novos veículos do Metro do Porto (foto: Metro do Porto/Facebook)

Por linhas, o tronco comum das linhas A, B, C, E, e F, entre Senhora da Hora e Estádio do Dragão, registou mais de metade das validações (40,3 milhões, 50,1% do total), seguido pela linha Amarela (D), com 24,3 milhões (30,75% do total).

Subsequentemente, a linha Azul (A) registou 4,03 milhões de validações, seguido pela Vermelha (B), com 4,02 milhões, pela Verde (C), com 2,8 milhões, pela Laranja (F), com 2,3 milhões, e pela Violeta (E), com 1,2 milhões de passageiros.

Por estações, as nove mais frequentadas da rede pesam quase tanto (49,3%) como todas as outras (50,7%), sendo a mais utilizada a Trindade (18,9%), seguida de Campanhã (5,0%), Casa da Música (4,9%), São Bento (4,5%), Bolhão (3,6%), João de Deus (3,4%), Santo Ovídio (3,3%), Campo 24 de Agosto (3,0%) e Sete Bicas (2,9%).

"Destacam-se a subida da estação de Campanhã do quarto para o segundo lugar deste 'ranking' e da estação do Bolhão da sétima para a quinta posição", assinala fonte oficial da Metro do Porto.

Na rede de metro, 74% das validações corresponderam a assinaturas mensais, e 26% a títulos ocasionais, segundo os dados oficiais.

Em outubro do ano passado, o presidente da Metro do Porto, Tiago Braga, fixou os 150 milhões de validações anuais como objetivo para a empresa até ao final da década.

Atualmente, a Metro do Porto conta com seis linhas em operação, aguardando-se a inauguração da extensão da Linha Amarela (D) entre Santo Ovídio e Vila d'Este (Vila Nova de Gaia), e a conclusão das obras da Linha Rosa (G), entre São Bento e Casa da Música (Porto) e da linha de 'metrobus' entre Casa da Música e Praça do Império.

A obra da Linha Rubi (Santo Ovídio - Casa da Música), que inclui uma nova ponte sobre o rio Douro, já foi consignada e arrancará nas próximas semanas, e o concurso público para a segunda fase do 'metrobus', que ligará o serviço até à Praça Cidade do Salvador (rotunda da Anémona), também já foi lançado.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Dicas para enfrentar o frio sem gastar muito dinheiro
Um dos relógios mais sustentáveis é feito com materiais reciclados
E se pudesses comer a colher? Esta é em bolacha impressa em 3D