Mobilidade

Obras no Metro de Lisboa condicionam estação Cais do Sodré

A partir de segunda-feira, 13 de maio, o cais da estação vai estar condicionado
Texto
Metro de Lisboa (Foto: AWAY/ DR)
Metro de Lisboa (Foto: AWAY/ DR)

A partir de segunda-feira, 13 de maio, o cais da estação do Cais do Sodré, do Metro de Lisboa, vai estar condicionado por causa das obras de prolongamento das linhas Amarela e Verde. A intervenção dura até 26 de maio.

Em comunicado, o Metropolitano de Lisboa explicou que durante o período de intervenção, haverá a circulação normal dos comboios. Não haverá interrupção na Linha de Cascais (da CP – Comboios de Portugal), e, no caso do metro, a estação irá funcionar apenas com um cais para a entrada e saída de passageiros.

Para facilitar a circulação de passageiros, serão criados novos circuitos tanto na estação como no cais de embarque. Estes estarão devidamente sinalizados e delimitados. Segundo o Metro de Lisboa, vão ser reforçadas as equipas de vigilantes na estação para “apoio à gestão de fluxo de passageiros, quer no acesso ao cais de embarque, quer nas entradas e saídas dos comboios”.

A reposição das condições normais da exploração nesta estação está prevista para as 06:30 do dia 27 de maio.

Os trabalhos que vão ser realizados incluem a integração do túnel de Santos em construção na estação do Cais do Sodré, estando também previstas intervenções de construção de um novo posto de tração.

Com previsão de inauguração no segundo semestre de 2025, a linha Circular vai ligar a estação Rato ao Cais do Sodré, numa extensão de mais dois quilómetros de rede e duas novas estações – Estrela e Santos, unindo as linhas Amarela e Verde num novo anel circular no centro de Lisboa.

O Metropolitano de Lisboa opera diariamente com quatro linhas: Amarela (Rato-Odivelas), Verde (Telheiras-Cais do Sodré), Azul (Reboleira-Santa Apolónia) e Vermelha (Aeroporto-São Sebastião). Normalmente, o serviço funciona entre as 06h30 e as 01h.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Estes iates de sonho a energia solar vão ser feitos com garrafas de plástico
Empresa portuguesa vai construir central de energia solar de 19 milhões de euros
5 formas de aproveitares as borras de café e dar-lhes uma nova vida