Sustentabilidade

Mercedes-Benz e Microsoft unem-se para produzir veículos mais eficientes

Nova plataforma permite simular e ajustar processos de fabrico antes da implementação na linha de produção
Texto
Microsoft fornece solução à Mercedes para aumentar a eficiência de produção
Microsoft fornece solução à Mercedes para aumentar a eficiência de produção

A Mercedes-Benz e a Microsoft uniram esforços para tornar a produção de veículos mais eficiente, mas também mais resiliente e sustentável. Com a nova plataforma de dados MO360, o construtor alemão está a aumentar a transparência e previsibilidade através da sua produção digital e cadeia de fornecimento.

A nova ferramenta desenvolvida pela gigante americana de software torna possível ligar as cerca de 30 fábricas de automóveis de passageiros da Mercedes-Benz em todo o mundo à Microsoft Cloud.

Em termos práticos, esta evolução permite às equipas identificar mais rapidamente potenciais estrangulamentos na cadeia de abastecimento, bem como efetuar uma priorização dinâmica dos recursos de produção no sentido dos veículos elétricos e topo de gama.

Nova plataforma de dados MO360

Flexibilidade e poder de computação em nuvem para executar inteligência artificial são algumas das vantagens que a Mercedes-Benz reconhece na MO360. A plataforma dá também a possibilidade ao fabricante de automóveis de efetuar análises à escala global, o que se traduz na capacidade de prever e prevenir problemas na produção e logística.

Em comunicado, Judson Althoff, vice-presidente executivo e diretor Comercial da Microsoft, salientou que agora “a Mercedes-Benz pode simular e refinar infinitamente os processos de fabrico na Microsoft Cloud antes de os implementar na linha de produção”.

Assim o fabricante de Estugarda pode “aumentar a eficiência e minimizar o seu impacto ambiental num cenário de constantes mudanças e incertezas”, acrescentou.

Microsoft fornece solução baseada em cloud à Mercedes-Benz

A simulação virtual e a otimização dos processos antes da implementação em fábrica vão ajudar a Mercedes-Benz a tornar-se mais eficiente do ponto de vista operacional e a poupar energia. Os gestores de fábrica podem, por exemplo, otimizar os padrões operacionais para reduzir emissões de CO2 na produção.

A nova plataforma já está disponível para as equipas de produção na região EMEA (Europa, Médio Oriente e África) e será também implantada nos Estados Unidos e na China.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar