Sustentabilidade

Alterações climáticas: Marcelo avisa “já não há tempo a perder”

Marcelo e outros 5 presidentes do Mediterrâneo subcrevem documento em defesa do ambiente
Texto
Alteracoes climaticas (Foto: Alex Tinca/pexels)
Alteracoes climaticas (Foto: Alex Tinca/pexels)

O Presidente da República assinou um apelo com outros cinco chefes de Estado do Mediterrâneo comprometendo-se a “apoiar iniciativas de ação conjunta” para fazer face às alterações climáticas, avisando que “já não há tempo a perder”.

Este apelo foi também assinado pelos presidentes da Croácia, Grécia, Itália, Malta e Eslovénia, que pertencem ao Grupo de Arraiolos e situam-se na orla mediterrânica.

No texto, lê-se que, “como esperado, a crise climática chegou e atingiu proporções extremamente perigosas”, recordando-se que, na conferência sobre o clima em Nova Iorque, realizada em julho, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, classificou a atual situação como sendo de “ebulição global”.

Os seus efeitos são especialmente visíveis na nossa região, o Mediterrâneo, gravemente afetado e em risco imediato de escassez de água e de eletricidade, mas também de inundações, ondas de calor generalizadas, incêndios e desertificação”, sublinha-se.

Os chefes de Estado referem que “fenómenos naturais extremos estão a destruir o ecossistema” e a ameaçar o “modo de vida” dos países do Mediterrâneo.

“Já não há tempo a perder, já não há tempo a comprometer por razões políticas ou económicas. Urge agir e tomar iniciativas eficazes. Todos os países do Mediterrâneo devem coordenar-se e reagir, empenhando-se num esforço coletivo para travar e inverter os efeitos da crise climática”, salientam.

Os chefes de Estado defendem que é “dever de todos” atuar “nesse sentido e adotar políticas concretas”, assim como “sensibilizar o público e inspirar em todos a ética da responsabilidade ambiental”.

“Não só para o presente, mas também para o futuro dos nossos filhos e das gerações vindouras”, lê-se.

No apelo, os chefes de Estado “comprometem-se a apoiar iniciativas de ação conjunta e a lançar um apelo à União Europeia, a outros países mediterrânicos e à comunidade internacional”.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares da PSP: vê onde vão estar na próxima semana de 22 a 28 de abril
Mundo vive branqueamento em massa de corais pela segunda vez em 10 anos
Vê como fica o preço dos combustíveis na próxima semana