Smartcity

Leiria vai ter transporte a pedido para população a partir de janeiro

Projeto de transporte a pedido vai custar entre 1 euro e 2,50 euros e irá complementar a rede de transportes públicos
Texto
Leiria (Foto: Michell Zappa/Flickr)
Leiria (Foto: Michell Zappa/Flickr)

Arranca no dia 2 de janeiro o serviço de transporte flexível a pedido da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL). Este serviço estará inicialmente disponível em Alvaiázere, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, e deverá estender-se aos restantes nove concelhos durante os próximos dois anos.

O transporte flexível a pedido é um serviço de transporte público complementar que se adapta às necessidades da população. O serviço de transporte flexível deve ser previamente reservado, mais concretamente até às 15 horas do dia anterior ao da viagem.

Alvaiázere - AWAY
Alvaiázere (Foto: Vitor Oliveira/Flickr)

O projeto arranca, em janeiro, em Alvaiázere, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande. Os restantes concelhos deverão ser abrangidos ao longo dos dois anos seguintes, explicou o vice-presidente da CIMRL, Jorge Vala, à Lusa.

O novo serviço, batizado MOBI Região de Leiria, nasce com o objetivo de “responder àquelas populações com mais dificuldade de mobilidade e, sobretudo, em locais mais dispersos”, enquanto contribui para acabar com o isolamento da população sénior.

O serviço vai custar ao utente sensivelmente o mesmo que custaria um bilhete de transporte público – entre 1 euro e 2,50 euros.

O projeto, que é financiado pelo PART – Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos e pela CIMRL, vai ser realizado com recurso a táxis.

A CIMRL integra os Municípios de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país