Sustentabilidade

Roupa usada da UE está a poluir África. França quer mudar isso

Resíduos têxteis europeus estão a ser enviados para países africanos e a causar um problema grave de poluição
Texto
Poluição no Rio Nairobi, Quénia (foto: Khalil Senosi/ AP)
Poluição no Rio Nairobi, Quénia (foto: Khalil Senosi/ AP)

Já alguma vez pensaste o que é que acontece às roupas usadas que pões fora? A União Europeia envia-as para países africanos, algo que se está a tornar um problema grave no continente. Agora, França vai propor uma proibição na exportação de resíduos têxteis.

Em 2022, a União Europeia exportou para países africanos 1,4 milhões de toneladas de têxteis usados, mais do dobro do enviado em 2000. O que acontece é que as roupas que não podem ser revendidas acabam no lixo, refere a Reuters.

Anualmente, são produzidas 5,2 milhões de toneladas de resíduos de roupa e calçado na Europa, de acordo com dados da Comissão Europeia.

A proposta que está a ser apresentada por França tem o apoio da Suécia e da Dinamarca e deverá ser discutida durante a reunião do Conselho Ambiental no final de março.

Em declarações à Reuters, o ministro do Ambiente de França refere que África não pode ser mais o caixote do lixo da fast fashion e que a União Europeia deve reduzir o seu lixo e aprender a geri-lo.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares da PSP: vê onde vão estar na próxima semana de 22 a 28 de abril
Mundo vive branqueamento em massa de corais pela segunda vez em 10 anos
Vê como fica o preço dos combustíveis na próxima semana