Mobilidade

Tesla que se cuide. Concorrência aposta no preço e está cada vez mais forte

Marca americana continua a não ter um modelo elétrico abaixo de 50 mil euros, o que abre a porta que outras ocupem o seu lugar
Texto

Estará o domínio da Tesla no mercado de automóveis elétricos perto de chegar ao fim? Analistas de mercado acreditam que essa é uma possibilidade bem real, tendo em conta que outros construtores têm vindo a lançar modelos mais baratos do que os produzidos pela marca americana.

A não ser que Elon Musk avance rapidamente com a intenção de produzir um automóvel elétrico a custar pouco mais de 25 mil euros, é praticamente certo que a Tesla começará a perder quota de mercado para os construtores rivais.

Tesla Model Y - AWAY
Tesla model Y

Marcas como a Chevrolet, com o modelo Bolt (não disponível na Europa); a Hyundai, com o Ioniq 5; a Kia, com o EV6; ou a Volkswagen, com os modelos ID.4 e ID.3, já têm na sua gama de veículos elétricos propostas abaixo dos 50 mil euros (o que não acontece com a Tesla), que estão a ser muito procuradas pelos consumidores.

Tesla Model 3 - AWAY
Tesla Model 3

Esta lacuna na marca de Elon Musk pode, assim, provocar uma mudança na tendência de compra de automóveis elétricos, que invariavelmente tem caído para o seu lado, tanto nos Estados Unidos como na Europa e na China.

Em Portugal o modelo mais acessível da Tesla é o Model Y (a partir de 50 mil euros), ao contrário de muitos outros mercados, onde o modelo mais barato da marca é a berlina Model 3.

Tesla Semi Truck - AWAY
Tesla Semi Truck

Fora os ligeiros de passageiros, a Tesla está também empenhada em expandir a mobilidade elétrica nos pesados de mercadorias. Tal como já tínhamos avançado no início de outubro, a entrega das primeiras unidades do Semi Truck foi mesmo para a Pepsi. Aconteceu no início deste mês de dezembro.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Barco à vela produzido com algas e plástico reciclado inspira o futuro
Comer carne ou ser vegan? Qual a dieta com menos emissões de carbono?
Limitar o aquecimento global a 1,5ºC parece tarefa impossível diz novo estudo