Mobilidade

O maior fabricante de chips do mundo deverá abrir nova fábrica na Alemanha

O fabricante taiwanês TSMC está em conversações com governo de Berlim para instalação de nova unidade que iria ajudar UE na produção de chips
TSMC pode criar fábrica de chips na Alemanha
TSMC pode criar fábrica de chips na Alemanha
PUB

Poderá a Alemanha ser o país de destino da futura fábrica na Europa da Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC), o maior fabricante de chips do mundo? Tudo indica que sim, depois de Lora Ho, vice-presidente de vendas para a Europa e Ásia da TSMC, ter confirmado que a empresa sediada em Taiwan iniciou conversações com o governo alemão para a instalação de uma unidade de produção naquele país.

Lora Ho adiantou à comunicação social que a decisão final sobre a localização da sua nova fábrica de chips em solo europeu estará, no entanto, dependente de incentivos governamentais, do nível de procura por parte dos clientes e do recrutamento dos talentos necessários.

PUB

A executiva confirmou que a empresa ainda não discutiu quaisquer tipos de incentivos com o governo de Berlim, nem tão pouco tomou qualquer decisão sobre a localização da nova fábrica.

PUB
Taiwan poderá ser a solução para crise de chips na Europa
PUB

Numa altura em que a União Europeia procura aumentar a produção interna de chips para mitigar futuras ruturas na cadeia de abastecimento, a expetativa sobre a instalação de uma fábrica na Europa por parte de um fabricante com o peso da TSMC é grande.

PUB

O organismo europeu está inclusivamente a preparar um documento que irá apresentar no primeiro semestre do próximo ano, a Lei Europeia de Chips, cujo objetivo é impulsionar a produção dos chamados semicondutores. O objetivo da UE passa por assegurar o fabrico de 20 por cento da produção de chips a nível global até 2030.

 

Quanto à TSMC, esta tem vindo a descentralizar a sua produção de chips para o exterior de Taiwan, por forma a melhor corresponder à procura de vários países. A empresa taiwanesa está a construir uma fábrica no estado americano do Arizona, num investimento de 10,6 mil milhões de euros e em breve iniciará a construção de uma unidade no Japão, para a qual alocou 6,2 mil milhões de euros.

(Fotos: TSMC)

Continuar a ler
Home
Comprar um veículo elétrico em segunda mão. Prós e contras
Preço dos combustíveis com aumento na 2ª feira
Descobre como a resiliência fará parte das smartcity do futuro