Mobilidade

Jeep revela estratégia para liderar SUV 100% elétricos com novas propostas

Construtor automóvel aposta na eletrificação de toda a sua gama e em novos modelos BEV, a começar no Avenger
Texto
Novo Jeep Avenger
Novo Jeep Avenger

É caso para dizer que não faz por menos. Atingir a liderança global na eletrificação de veículos SUV é o principal objetivo do construtor automóvel Jeep, que hoje mesmo revelou a sua estratégia de produto para os próximos anos.

No caminho para a liderança da oferta de modelos de estilo SUV 100% elétricos, a Jeep estabeleceu várias metas intermédias, entre as quais se destaca o lançamento até 2025 de quatro novos modelos com estas características, a disponibilizar tanto na América do Norte como na Europa. A marca promete que até esse ano, toda a sua gama será eletrificada.

Cinco anos de pois, ou seja, em 2030, a marca integrada no grupo Stellantis pretende que 50 por cento das suas vendas nos Estados Unidos e a totalidade das vendas na Europa sejam de modelos exclusivamente alimentados a energia elétrica, os chamados BEV (Battery Electric Vehicle).

Mas vamos então à novidade da Jeep que está mais próxima no tempo e no mapa que é o novo SUV 100% elétrico destinado ao mercado europeu (e não só), o Avenger, sobre o qual já havíamos lançado alguma informação. O modelo que ficará posicionado abaixo do Renegade tem nome de super-herói, é um facto, mas a sua produção e comercialização são bem reais, com a última marcada para o início de 2023.

Ainda antes, a 17 de outubro, por altura do Salão de Paris, o Avenger será revelado ao vivo, tendo a marca já confirmado que irá oferecer uma autonomia de 400 quilómetros e um interior moderno e tecnologicamente avançado.

A gama de veículos elétricos Jeep, que a própria designa como 4xe, terá outras duas novidades, embora com início de produção na América do Norte agendado apenas para 2024. O Recon será um puro 4x4 de caráter robusto, ao passo que o Wagoneer S (ainda nome de código) competirá no segmento dos SUV premium.

Está confirmada a comercialização de ambos na Europa, embora apenas nos “mercados de maior volume”, refere a Jeep em comunicado, ou seja, Portugal deverá ficar de fora.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023