Mobilidade

Carris vai adquirir 342 novos autocarros elétricos, a gás e até hidrogénio

Até 2026, Carris pretende investir mais de 100 milhões de euros para tornar a sua frota de autocarros mais sustentável
Texto
Autocarro da Carris (Foto: AWAY/ DR)
Autocarro da Carris (Foto: AWAY/ DR)

A Carris está comprometida com a transição energética e descarbonização das suas operações e, por isso, anunciou que planeia renovar a sua frota, apostando em autocarros elétricos e a gás até 2026. Está também prevista a aquisição de um autocarro a hidrogénio.

No Plano de Atividades e Orçamento 2023, a empresa de autocarros de Lisboa apresenta o plano de renovação da frota no período de 2023-2026, referindo que irá investir 109,2 milhões de euros na aquisição de 342 autocarros a energias alternativas.

Autocarro da Carris - AWAY
Carris quer renovar frota para torná-la mais amiga do ambiente (foto: AWAY/DR)

Desta forma, a Carris vai introduzir na sua frota 117 autocarros elétricos e 224 a gás natural comprimido (GNC), tanto de tamanho standard como articulados.

Está também prevista a aquisição de um autocarro a hidrogénio.

Só este ano, deverão começar a circular em Lisboa 30 autocarros standard elétricos e 24 articulados a GNC de um processo de aquisição que já foi iniciado em 2022.

Autocarro elétrico da Carris - AWAY
Carris vai ter 117 novos autocarros elétricos até 2026 (foto: Carris)

Para suportar a expansão da frota sustentável, a Carris prevê ainda a construção de um novo posto de carregamento elétrico na Estação da Pontinha, onde já se encontra um.

Carris quer carreiras 100% elétricas, painéis solares e alargamento das linhas de elétricos

No Plano de Atividades e Orçamento 2023, a Carris apresenta várias ações que pretende tomar para diminuir a sua pegada ambiental e ajudar Lisboa a descarbonizar até 2030, compromisso que fez no âmbito do projeto “Cities Mission – Cidades Inteligentes e com um Impacto Neutro no Clima”.

Uma das medias é a implementação de carreiras urbanas que sejam garantidas apenas com recurso a autocarros com zero emissões. Desta forma, consegue-se reforças as zonas de emissões reduzidas da cidade que poderão chegar a ser de zero emissões.

Életrico da Carris - AWAY
Carris vai expandir linha de elétricos (foto: AWAY/DR)

A adoção de energias alternativas para alimentar edifícios está também a ser estudada. A Carris fez uma parceria com a Agência de Energia e Ambiente de Lisboa – Lisboa E-Nova para que sejam instalados painéis solares fotovoltaicos.

Além da frota amiga do ambiente, a empresa pretende expandir a linha 24 e 15 dos elétricos, ligando o Largo de Camões ao Cais do Sodré, no primeiro caso, e a Praça do Comércio a Santa Apolónio e ao Jamor/Cruz Quebrada, no segundo.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Plano da União Europeia vai ajudar a salvar as abelhas
Base logística do Intermarché já tem painéis solares fotovoltaicos
Antártida tem um novo iceberg 15 vezes maior do que Lisboa