Mobilidade

Bilhetes do Metro de Lisboa e Carris aumentam 10% no dia 1 de janeiro

O bilhete para viagem única ou ocasional passa a custar 1,65 euros no Metro de Lisboa e Carris, a partir de 1 de janeiro
Texto
Torniquetes metro - estação Alto dos Moinhos (Foto: AWAY/D.R.)
Torniquetes metro - estação Alto dos Moinhos (Foto: AWAY/D.R.)

Metro de Lisboa e Carris vão proceder a um aumento de 10% no bilhete pré-comprado único ou ocasional já a partir de 1 de janeiro de 2023.

A viagem simples passa assim a custar 1,65 euros, representando um aumento de 0,15 cêntimos face ao valor do pré-comprado de 1,50 euros atualmente em vigor.

O passe Navegante irá manter o valor inalterado para os 18 municípios da região (30 euros para Lisboa, Amadora e Odivelas e 40 euros para todas as zonas), mas os carregamentos zapping em cartões Viva Viagem e Navegante vão aumentar 12 cêntimos por viagem para um valor de 1,47 euros (o custo atual é de 1,35 euros).

carris - AWAY
Autocarro da Carris (foto: N. Boogaard/Flickr)

Na sua página na Internet o Metro salienta que em 2023 os bilhetes diários (válidos para as viagens realizadas em 24 horas após a primeira validação) para a Carris/Metro custarão 6,60 euros (6,45 euros em 2022), na Carris/Metro/Transtejo 9,70 euros (9,60 euros este ano) e na Carris/Metro/CP mantém o preço de 10,70 euros.

Em 2023 irá manter-se a gratuitidade dos transportes, com passe municipal, para jovens estudantes com idades até aos 23 anos, com morada fiscal em Lisboa.

O Navegante Metropolitano para utentes com mais de 65 anos custa 20 euros e o Navegante urbano 15 euros.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Aquecimento global pode afetar 3,6 mil milhões de pessoas
O futuro da mobilidade elétrica pode ser um bilugar bem radical
7 dicas para combater a humidade e bolor em casa